free web
stats

CP 110 e 117 apontamento com Paulo Antunes

img: Michel Subrenat-Auger

img: Michel Subrenat-Auger

Com o fim do ano de 2013 ficaram disponíveis para o parque de material de maquetas e módulos de modelistas ferroviários H0 portugueses, e estrangeiros, as locomotivas a vapor portuguesas de via larga da série 110 a 135 nas matrículas  CP 110 e CP 117.

Construídas nos finais do Séc. XIX, nas Oficinas de Santa Apolónia em Lisboa, a edição do modelo à escala foi um lançamento exclusivo, com série limitada de 350 exemplares, da loja de modelismo ferroviário Comboios Eléctricos. O modelo espanhol da locomotiva a vapor RENFE 030-2305, produzida pela Mabar, serviu de referência para a portuguesa em H0.

.

A webrails.tv aproveitou para dar um salto a Oeiras para visitar a loja ComboiosEléctricos, e colocar algumas questões a Paulo Antunes  de como foi reporduzir um modelo partindo das locomotivas reais da série CP 110 a 135.

.

O modelo que reproduz a série CP 110 a 135, encontra-se disponível para o mercado em diversas versões com as matrículas CP 110 e CP 117, que resultou numa parceria entre a ComboiosEléctricos e a MABAR.

O modelo base é DC (corrente continua) analógico e inclui um interface 21 MTC, com ou sem som, estando preparado para receber o speaker. Existe também a versão AC para funcionar em sistemas Märklin. Neste sistema, poderá funcinar em analógico, e em sistemas digitais Motorola e mfx (com e sem som), dependedo da escolha do colecionador.

Na versão digital existem 17 funções de som.  O apito de estação e locomotiva, alimentação da fornalha com carvão, som das rodas a bater nos carris e o guinchar do verdugo das rodas nas curvas, são alguns dos toques que procuram dar realismo à peça.

A locomotiva tem luzes que acendem consoante a sentido de marcha. Na fornalha uma luz avermelhada (com ligeira intermitência) que simula o fogo. A manutenção das luzes é nula, servem-se de led’s.  Inclui vários detalhes aplicados durante o processo de fabrico e é ainda possível detalhar mais o modelo com os acessórios incluídos.

O modelo circula em carril código 100, 83 e 75, sendo o raio minimo de curva que pode cirular os 360mm. Inclui ainda caixa NEM 362 para suporte de engate (incluidos com o modelo).

Cada modelo é númerado, e é entregue um certificado de númeração.

texto: Rui Ribeiro

img: Michel Subrenat-Auger