free web
stats

Transnet Freight Rail renova frota

transnetDois grupos norte americanos e dois grupos chineses vão assegurar a construção de 1064 locomotivas diesel e eléctricas para a Transnet Freight Rail. De acordo com operador para aquele que será o maior contrato de fornecimento locomotivas da história da África do Sul.

Aos Grupos chineses  CSR Zhuzhou Electric Locomotive e CNR Rolling Stock e cabe a produção de cerca de  60% das locomotivas, ficando para a Bombardier Transportation, e General Electric a responsabilidade de construir o resto.

Excluindo 70, todas as locomotivas serão construídos nas fábricas da Transnet em Pretória e Durban. A CSR Zhuzhou Electric Locomotive e Bombardier Transportation vão fornecer 599 locomotivas eléctricas. Enquanto a General Electric e a CNR Rolling Stock deverão fornecerá mais 465 locomotivas a diesel.

Brian Molefe , do grupo Transnet, sobre o investimento “é um marco significativo na história ( da Transnet ), juntamente com os benefícios sócio-economicos substanciais para a África do Sul”, referiu a propósito de grande parte do investimento ser ficar entre portas.

Ainda de acordo com Molefe, o contrato deverá criar e manter cerca de 30 000 empregos, e reduzir substancialmente o congestionamento de carga nas estradas Sul Africanas. Referindo que espera ver a Transnet em 2019 a assegurar o transporte de cerca de  350 milhões de toneladas carga por ano, contra pouco mais de 200 milhões de toneladas por ano na actualidade.