free web
stats

Ligação ferroviária ao Porto de Luanda 100% operacional

Untitled-3O Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, inaugurou na passada quinta feira a ligação ferroviária ao Porto de Luanda. A ligação já estava operacional, mas foi inaugurada oficialmente para fazer parte do programa de comemorações consagrado à Paz e Reconciliação em Angola que se assinala a 4 de Abril.

Com a entrada em funcionamento do ramal de ligação que parte da estação do Bungo (km 0) à malha ferroviária dos terminais portuários,  o Porto de Luanda passou oficialmente a estar ligado aos Caminho de ferro de Luanda (CFL). A ligação ferroviária alarga a  Malange (km 424) e ao Dondo (km 195), o hinterland do Porto Comercial da cidade de Luanda.

A possibilidade de  regularidade na frequência do transporte de mercadorias abre também boas perspectivas para o Porto Seco de Viana. O terminal vê o seu papel de distribuição ser valorizado no contexto do Porto de Luanda. E posiciona-se como solução que deverá baixar o frete do transporte de carga contentoriza. Uma alternativa competitiva no custo e tempo com vantagem sobre o camião. A ligação ao resto da rede abre também espaço para o transporte de gaz, material de construção, automóveis, madeiras.  Outras cargas também serão possíveis, de acordo com fonte do CFL. Situação que  em grandes  quantidades a ligação ferroviária deverá apresentar-se numa posiçaõ muito competitiva.

A tracção do comboio de mercadorias da cerimónia oficial coube à  locomotiva 1701. Apresentou-se completamente  operacional, não evidenciando um acidente recente em que foi protagonista. Coube-lhe a tração de 10 porta contentores  com 2 TEU de 20 pés cada.

A operação marca a reabertura da ligação ferroviária ao Porto Comercial de Luanda interrompida à cerca de 20 anos. E serviu também como uma forma do Executivo angolano  sublinhar o acordo assinado entre o MPLA e a UNITA que selou à paz em Angola.

Rui Ribeiro