free web
stats

CP Carga repõe remunerações

CPcarga_Ao encontro do último acordão do Tribunal Constitucional (TC), a CP Carga vai proceder à reposição das remunerações  já a partir já deste mês. Revelou hoje o  Sindicato Nacional de Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF), depois de se ter reunido com responsáveis da CP Carga.

Em finais de Maio, o TC declarou  a norma que previa a redução salarial imposta aos ferroviários por via do Orçamento do Estado para 2014, inconstitucional.  A medida, que se aplicava a toda a função pública, comportou ainda como inconstitucionais, os cortes nas pensões de sobrevivência e a aplicação das contribuições sobre os subsídios de desemprego e de doença.

.

O Presidente da Républica, Aníbal Cavaco Silva, deu luz verde à nova lei geral do trabalho da Função Pública. Depois de publicada em Diário da República a  lei  vai aproximar as regras dos sectores  público e privado. Abílio Carvalho , secretário do SNTSF, apresentou o reflexo da nova Lei aplicada ao sector ferroviário público para a webrails.tv.

.

Devido à ausência de um responsável da CP Carga, a reunião entre SNTSF e CP Carga acabou por não ficar fechada, com continuação agendada para o próximo  dia 26, revelou fonte do SNTSF. Em cima da mesa permaneceram por discutir, para o Sindicato, “a reposição dos AE’S, a organização de tempo de trabalho, o futuro dos trabalhadores com a passagem dos terminais da CP CARGA para a REFER; a fusão da REFER com as Estradas de Portugal; o direito ao transporte entre outros assuntos que continuamos a considerar urgentes.”, referiu fonte do SNTSF.

Para dia 19 de Junho está agenda uma reunião  com a administração da CP – Comboios  de Portugal.

Rui Ribeiro