free web
stats

Comboio Presidencial rumou ao Sul!

DSC_8038222 Panorama

Comboio Presidencial viagem a Évora estação do Oriente

O comboio presidencial, foi mais uma vez o grande protagonista de um passeio de divulgação e promoção, realizado no dia 30 de Junho, desta vez rumo ao sul, à cidade de Évora.

A viagem teve como objectivo testar o que poderá ser um produto turístico de qualidade. Para isso contou entre os convidados, com agentes ligados ao turismo, a Câmara Municipal de Évora, e a Fundação do Museu Nacional Ferroviário.

A organização desta viagem esteve a cargo da Fundação do Museu Nacional Ferroviário em parceria com a CME e contou também com a colaboração da CP e Refer.

O passeio teve inicio na gare do oriente pelas 10.20h, percorrendo o trajecto pela linha de cintura, ponte 25 de Abril até ao Pinhal Novo aí rumou pela linha do Alentejo até Évora passando por Poceirão, Pegões, Vendas Novas, Casa Branca e finalmente Évora.

Os convidados tiveram oportunidade de apreciar a planície alentejana, a flora e alguma vida selvagem, dada a velocidade de 70km hora a que o comboio circulou.

Durante a viajem os convidados foram ainda “mimados” com a prova de vários “petiscos” e bebidas do Alentejo, além da actuação de um grupo coral alentejano, fazendo assim uma introdução aos sabores e á cultura da Região.

Ao chegar a Évora pelas 13 horas e 15 minutos, os convidados deslocaram-se em autocarro da CME até ao Museu de Évora, junto ao templo de Diana, onde se realizou uma visita pela história e arte Eborense, ao som do cante tradicional do Alentejo, que contou com acompanhamento de piano. Após esta agradável surpresa, que recolheu o agrado dos presentes, ainda houve lugar a uma prova de vinhos da marca Ervideira que superou as expectativas dos convidados, pela qualidade dos vinhos dados a provar.

Depois de um almoço livre pelos restaurantes da cidade, a animação continuou com uma visita Guiada à Acrópole da cidade e uma visita ao Convento do Espinheiro, com um “Welcome Drink”.

O Sr. Vereador da cultura da CME, com o qual tivemos oportunidade de trocar breves palavras, afirmou que: “é de braços abertos que recebemos esta iniciativa, que acolhemos desde o início tendo facultado todo o nosso apoio, esperando que a mesma, num futuro próximo, se torne uma realidade e possa trazer turistas à cidade, sobretudo, um turismo que não seja exclusivamente de passagem, mas que se transforme em permanência ainda que esta possa ser de  dois ou mais dias”.

Para a Fundação do Museu Nacional Ferroviário a possibilidade da criação de um produto turístico “é um hipótese que está a ser estudada com os vários intervenientes, sendo uma oferta turística de gama média alta, onde os operadores turísticos tem um papel muito importante a desempenhar.”

Tendo em conta a oferta e a qualidade do passeio, só podemos concluir e desejar que este se possa repetir, tornando-se regular e de maior permanência na cidade, pois Évora merece uma visita aprofundada, fazendo jus ao seu estatuto de cidade Património Mundial.

José Encarnação