free web
stats

MZ com 10 novas locomotivas para Projecto Corredor Nacala

novas-locomotivasJá se encontram em  Nacala, no terminal de carvão, 10 locomotivas diesel Dash 9W da GE Transportation para o Projecto Corredor Nacala. De acordo com dados da VALE Moçambique, as locomotivas possuem aproximadamente 172 toneladas, 23 metros de comprimento, 4.8 metros de altura e 4.000 HP de potência, sendo consideradas as maiores e mais potentes locomotivas que irão circular em Moçambique e no Malawi, percorrendo mais de 900 quilómetros no percurso Moatize e o porto nortenho de Nacala.

Na fase de operação, cada comboio será composto por quatro locomotivas e 120 vagões.

Um comunicado do Corredor Logístico Integrado de Nacala, S.A” aponta que as locomotivas estarão posicionadas no terminal multiusuário de Nacala-a-Velha, por onde o carvão será exportado para diversos países do mundo.

O presidente do Conselho de Administração da empresa Corredor Logístico Integrado do Norte – CLN, Alfredo Santana, referiu que a chegada das primeiras locomotivas é um marco importante para a sua empresa, tanto pela tecnologia e estrutura moderna que apresentam assim, como pela possibilidade de formação antecipada das equipas de operação e manutenção.

A CLN está a investir ainda mais de 84 milhões de dólares norte-americanos na instalação de torres de transmissão, que irão permitir melhor comunicação ao longo da linha férrea e terá os seus comboios controlados a partir de um centro de controlo operacional, que possui uma actuação remota, permitindo uma maior segurança e eficiência às operações.

.

Dez novas locomotivas

As dez primeiras locomotivas Dash 9W do Projecto Corredor Nacala chegaram a Moçambique no início de julho, trazidas pelo navio BBC Xingang, em uma operação que durou três dias. Elas têm a marca da CLN – Corredor Logístico Integrado de Nacala, futura operadora de carvão no Corredor Nacala.

As locomotivas são as primeiras de um total de 93 que serão usadas na região. Têm, aproximadamente, 172 toneladas, 23 metros de comprimento, 4.8 metros de altura e 4.000 HP de potência. “Essa entrega irá proporcionar a antecipação dos treinamentos das equipes de operação e manutenção”, ressalta o gerente de manutenção de rodantes da CLN, Celso Collodetti.

VALE

.