free web
stats

Faro – Vila Real de Santo António com novo regime de exploração

LinhaAlgarveFaroGlenBowmanO troço da linha do Algarve entre Faro e Vila Real de Santo António apresenta desde dia 26 de Outubro novo regime de exploração. O gestor de infraestrutura ferroviária Refer implementou um novo regime de exploração  que operou a mudança de tipo de cantonamento no troço entre aquelas estações da linha do Algarve.

Em nota de imprensa a Refer informou sobre o novo regime que ” foram concluídos os trabalhos relativos à empreitada de sinalização electrónica, controle de velocidade e telecomunicações de exploração no Troço Olhão – Vila Real de Santo António, da Linha do Algarve”, referindo que este foi um investimento que rondou os 2,9 milhões de euros.

O gestor referiu também que com entrada em funcionamento do novo tipo cantonamento, que deixou de ser telefónico para ser Interpostos, o controlo da circulação passa a estar centralizado na mesa de comando de Faro, com maior flexibilidade, capacidade e disponibilidade. “Toda a Linha do Algarve, fica agora dotada da mais moderna tecnologia de controlo e comando de sinalização, deixando a segurança da circulação ferroviária de estar unicamente dependente de factores humanos”, assinala o comunicado da Refer.

O sistema introduzido deverá, de acordo com o gestor da malha ferroviária portuguesa, incrementar as velocidades praticadas no troço em questão. E destaca: “em especial na aproximação às estações, atuou-se ainda ao nível dos atravessamentos da via-férrea, eliminando ou mitigando o potencial risco para a população. Resultará assim, além do reforço das condições de segurança, uma melhoria ao nível da qualidade da oferta, no que se refere à pontualidade e à fiabilidade da exploração, beneficiando as condições de mobilidade na região.”

Em aberto fica a instalação, no novo regime de exploração, do sistema de telecomunicações Rádio solo. O equipamento permite a comunicação entre os Comboios, o agente Regulador da Circulação e as Estações, com o objectivo de transmitir informações auxiliares. A introdução é esperada para o mês de Dezembro, sendo que até lá será provisóriamente assegurado por um telemóvel gsm provisório providenciado pela Refer, apurou a webrails.tv .

Ainda para  o intervalo 2014-2020, é apontado ocorrer a instalação de catenária no troço, que deverá permitir comboios ainda mais rápidos.

As intervenções agora realizadas fazem parte dum plano de investimentos (2007-2014), na Linha do Algarve. Globalmente rondou os 35 milhões de euros e que contemplou, para além dos trabalhos mencionados, a reabilitação da via, o alteamento de plataformas, a supressão e reclassificação de passagens de nível e melhorias pontuais em edifícios de passageiros.