free web
stats

Museu Ferroviário de Bragança poderá vir a abrir portas em 2015

img: MCLT

img: MCLT

Encerrado desde 2002, o Núcleo Museológico de Bragança do Museu Nacional Ferroviário poderá vir a abrir portas já em 2015. A Câmara Municipal de Bragança reservou no orçamento 200 mil euros para aquele Núcleo do MNF, adiantou fonte do Movimento Cívico pela Linha do Tua.

A verba, que poderá significar a abertura do espaço de museologia ferroviária situado junto à antiga estação de Bragança, e que alberga espólio alusivo à memória ferroviária da Linha do Tua, encontra-se contemplada no Orçamento do município para 2015, refere o Movimento. De resto, a associação que se tem afirmado na defesa da Linha do Tua, já expressou interesse em saber como essa  verba irá ser aplicada, e conhecer as intenções para o espaço e espólio. Referindo também ter disponibilidade, e vontade, de fazer parte da solução na dinamização do Museu Ferroviário daquele distrito transmontano.

Com a hipótese de abertura, o Movimento adiantou que foram colocadas algumas questões num oficio enviado à autarquia na passada quarta-feira. Nomeadamente saber quem poderá ser associado à gestão do projecto. Esclarecer se o espólio ferroviário permanecerá na posse da FMNF, Por outro lado, compreender se as intenções para o espaço poderão passar pela construção de um novo edifício, ou qual o enquadramento para as actuais cocheiras. O destino da antiga torre de água da estação de Bragança esquecida nas traseiras do Museu Ferroviário de Lousado é outra das questões. Ou se está contemplada alguma ligação ferroviária entre as cocheiras e o restante espaço da estação, para exposição do material circulante em eventos especiais. Pontos que o Movimento Cívico pela Linha do Tua considera pertinentes, e que espera uma resposta por parte da Câmara Municipal de Bragança.

Importa referir o silêncio por parte da autarquia de Bragança desde o ano que passou. Em Julho de 2014 o Movimento já tinha feito seguir um Oficio, que a webrails.tv teve acesso, com propostas para a reabertura do Núcleo de Bragança, que seguiu também para o MNF: “à data do ofício de 2014 contactámos igualmente a Fundação do Museu Nacional Ferroviário (FMNF), gestora do espólio do Núcleo Museológico Ferroviário de Bragança, e que em ambos os casos nos colocámos ao dispor para uma reunião conjunta para a discussão de propostas para a reabertura deste. A pronta resposta da FMNF veio no sentido de expressar igual vontade; porém, não recebemos ainda qualquer resposta oficial quanto a este nosso convite da parte de V. Exa. e da Câmara Municipal de Bragança.” Nessa altura o Movimento Cívico pela Linha do Tua apresentou algumas propostas para a reabertura do Núcleo Museológico Ferroviário de Bragança, que ao contrário da FMNF, ainda não tiveram resposta por parte da CM de Bragança.