free web
stats

REFER divulga contas de 2014

EM-120

EM-120

A REFER apresentou esta segunda feira 89M€ de resultado operacional negativo. Referente às contas do ano de 2014, o número encontram-se em linha com o ano anterior, destacou o gestor de infraestrutura ferroviária.

A empresa registou uma variação de 0% no resultado líquido de -89M€ face a 2013. O resultado operacional de 2014 redundou em 42 milhões de euros negativos. Apesar dos rendimentos operacionais terem crescido 13%, para os 191,7 milhões de euros, os gastos operacionais também cresceram em 12%, situando-se nos 233.8 milhões de euros.

” Os rendimentos operacionais registaram uma variação positiva de 13% face ao ano anterior, tendo sido registado um crescimento de 3,6% na utilização da infraestrutura ferroviária, assumindo particular relevo o transporte de mercadorias que registou um crescimento de 11%, “ indicou a empresa relativamente aos dados do resultado líquido de 2014 face ao ano anterior. Sem adiantar como se espelha o aumento de 11% no transporte de mercadorias, quanto ao volume de carga, tipologia de mercadorias, e número de circulações, relativamente a 2013.

A dívida centrou-se nos 6.418M€: ” Resultado de um aumento de capital de 1.034,8M€ foi possível reduzir a dívida da REFER em 743M€, cifrando-se esta em 6.418M€, decomposta da seguinte forma: 1.218M€ em empréstimos do BEI; 2.700M€ em Eurobonds e 2.500M€ em empréstimos do Estado. “

 A REFER destacou ainda que procedeu à aquisição  ” dos terminais ferroviários de mercadorias pelo valor de 63M€, e de 100% do capital da GIL – Gare Intermodal de Lisboa por assunção da respectiva dívida, “ relativamente ao exercício de 2014.

De referir ainda que as contas foram apresentadas em conjunto com a Estradas de Portugal, ao encontro do processo de fusão em curso entre as duas empresas. Tendo a EP apresentado lucros de 17 milhões de euros.