free web
stats

Ferroviários definiram acção para Abril

lutasFerroviáriosReunidos esta segunda-feira em Lisboa, Organizações Sindicais (OTR) e Comissões de Trabalhadores (CT) do sector ferroviário decidiram um conjunto de acções e iniciativas a levar a efeito no mês de Abril. A mobilização surge como necessidade de marcar posição face à luz verde para uma transformação significativa no sector.

Na agenda de acção para Abril consta a ” entrega aos grupos parlamentares de um dossier sobre o sector ferroviário, “ e um conjunto de movimentações para ” desenvolver uma campanha de esclarecimento, com plenários, contactos e reuniões, com os trabalhadores das empresas do sector.”

O quadro de iniciativa deverá ainda enquadrar a realização de ” uma acção de protesto no dia 14 de Abril, “ e uma ” Greve Nacional de 24 horas no Sector ferroviário, dia 16 de Abril, “ no dia em que se assinala o 40º aniversário da publicação do decreto da nacionalização da CP.

A luta compreende também a proposta de visionamento de um filme inspirado no processo de liberalização dos Caminhos-de-ferro britânicos: “Projecção de um filme, com base na realidade da privatização dos caminhos de ferro no Reino Unido, dia 20 de Abril, 18h no auditório do ML, na estação do Alto dos Moinhos.”

Para além do acelerar do processo de privatização nas empresas EMEF e CP Carga, os ferroviários têm em cima da mesa  outras questões que têm contribuído para o desconforto do sector. Como as ” concessões de transporte aos ferroviários do activo e reformados, ” uma questão que se tem prolongado nos sucessivos Orçamentos de Estado.