free web
stats

FERGRUPO renova troço Sernada do Vouga – Águeda

vougaAgueda

img: Nuno Morão

A REFER consignou esta quinta-feira à empresa FERGRUPO a empreitada de beneficiação da superestrutura de via, entre as estações de Sernada do Vouga e Águeda, na Linha do Vouga. O troço da intervenção compreende cerca de 14,300 km, e a obra tem um prazo de execução programado para 120 dias, informou hoje o gestor de infraestrutura ferroviária.

A intervenção, como a webrails.tv avançou no inicio da semana, apresenta um ” carácter imprescindível pela situação última de fadiga em que se encontram todos os componentes da superestrutura de via, e visa corrigir e mitigar os actuais riscos de descarrilamento, melhorar as condições de segurança das circulações ferroviárias e de pessoas e bens e assegurar a fiabilidade da exploração, “ destaca a REFER.

Sobre os trabalhos em concreto refere que a empreitada compreenderá: ” a substituição integral do carril e das travessas de madeira e das fixações e aparelhos de mudança de via que se encontram implantados no troço em apreço, para além da construção de uma caixa de balastro que permitirá estabilizar o nivelamento transversal e longitudinal, minimizando os defeitos geométricos que atualmente condicionam a normal exploração ferroviária.”

A empresa assinala ainda que para os trabalhos decorrem de dia a circulação no troço será suspensa a partir do dia 14 de junho, passando o transbordo a ser assegurado entre Sernada do Vouga e Águeda por autocarros. ” Com o objetivo de mitigar os incómodos para as populações, decorrentes do inevitável impacto e ruído provocado por estes trabalhos ferroviários, foi acordado com o operador CP – Comboios de Portugal a suspensão temporária da circulação ferroviária no troço Sernada do Vouga – Águeda, da Linha do Vouga, a partir do dia 14 de junho e até ao final da obra, permitindo assim a execução da quase totalidade dos trabalhos em período diurno.”

Ainda segundo a REFER a obra insere-se no Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas – PETI3+.

A obra foi adjudicada à empresa FERGRUPO – Construções e Técnicas Ferroviárias, SA pelo valor de 1.968.750,32 euros, montante ao qual acrescem os materiais de via a aplicar com um custo estimado de 1,4 milhões de euros. O Projeto e a Fiscalização são da responsabilidade do Centro de Manutenção do Porto, da REFER. Os trabalhos têm prazo de execução de 120 dias.