free web
stats

Amadora BD 2015 arranca dia 23

O Fórum Luís de Camões, entre 23 de Outubro a 8 de Novembro,  acolhe o 26º Festival de Banda Desenhada da Amadora. A edição de 2015 tem como tema “A Criança na BD”, e celebra os personagens Quim e Manecas, criados por Stuart Carvalhais.

O festival compreende, para além da exposição central dedicada a Quim e Manecas e à criança, espectáculos de música, projecção de curtas metragens, feira de livros de banda desenhada, sessões de autógrafos, lançamentos e apresentações de livros, e muitas exposições.

Ao nível de exposições o tema central destaca os personagens Calvin, Mafalda, Charlie Brown, que acompanham Quim e Manecas na exposição principal. A proposta tem lugar cativo no Fórum Luís de Camões. O espaço alberga ainda a exposição de apresentação do último álbum que relança o personagem Jim Del Mónaco, ou a obra que ilustra o percurso singular do “Pugilista” Harry Haft de Reinhard Kleist.

.

A webrails.tv marcou presença na apresentação do Festival Amadora BD à imprensa. A visita aos bastidores foi conduzida pelo director do Festival, Nelson Dona.

Em 2014 passaram pelo festival cerca de 30 mil visitantes. A edição de 2015 o orçamento rondou os 500 mil euros.

.

Para além das exposições e dos vários eventos previstos para o núcleo central do festival, existem outros motivos que podem ter interesse na região de Lisboa. Entre propostas que podem ser vistas em Almada, Cacém, Lisboa e Amadora.

Na cidade da Amadora o evento estende-se até à Bedeteca da Amadora, onde até oito de Novembro estão patentes as exposições “Putain de Guerre – A Guerra das Trincheiras” de Jacques Tardi e “Quim e Manecas vão à Guerra” de Stuart Carvalhais. Estas exposições têm como pano de fundo a Primeira Guerra Mundial.

E bem perto da Biblioteca da Amadora onde se situa a Bedeteca, a Academia Militar apresenta até 11 de Novembro, com entrada gratuita, a exposição “Portugal e a Grande Guerra”. Classificada como uma das maiores produzidas no nosso país sobre a participação de Portugal na I Guerra Mundial. E onde foi reproduzida, de propósito, uma trincheira à escala real.

O programa completo do festival pode ser encontrado AQUI

A rematar, referir que Infraestruturas de Portugal e CP Comboios de Portugal, como já vem sendo hábito, voltam a associar-se na divulgação do evento dedicado à nona arte.

Para quem optar pelo comboio a CP proporciona ” entrada gratuita no Festival para clientes dos comboios urbanos de Lisboa, mediante apresentação do Cartão Lisboa Viva ou Viva Viagem e respectivo talão de carregamento. “ De tomar nota também que o festival assegura, ao fim de semana, uma ligação rodoviária gratuita entre a Estação da Amadora e o Fórum Luís de Camões.

O núcleo central do festival no Fórum Luís de Camões decorre entre 23 OUT — 8 NOV, das 10H00–20H00 de domingo a quinta, e às sextas e sábados das 10H00-23H00. O bilhete tem o custo de 3 euros.