free web
stats

GUIMARÃES GANHA ALFA PENDULAR CP

AlfaPendularNo seguimento do aumento de passageiros que se tem vindo a registar, em especial nos comboios de Longo Curso, a CP – Comboios de Portugal decidiu alargar o serviço Alfa Pendular à Linha de Guimarães já a partir de 1 de Maio próximo, adiantou o operador público. A empresa duplica assim a oferta de longo curso para Guimarães, Trofa e Santo Tirso.

Desta forma, aos dois Intercidades que fazem atualmente a ligação diária entre Guimarães e Lisboa (um por sentido), juntam-se mais dois comboios Alfa Pendular (igualmente um por sentido) num total de 4 ligações diárias entre aquela cidade e Lisboa.

As novas ligações têm um tempo de viagem entre as duas cidades de cerca de 3h50m e potenciam o aumento das ligações de longo curso aos restantes destinos servidos pela CP a nível nacional.

De notar que só nos três concelhos (Guimarães, Santo Tirso e Trofa), que agora veem duplicada a oferta de comboios, vivem aproximadamente 270.000 habitantes que passarão a dispor de uma oferta de longo curso (AP e IC) mais equilibrada, com novas opções de mobilidade, nos dois sentidos, de manhã e a meio da tarde, o que irá fomentar a atractividade do comboio.

Com esta decisão, a CP vai ao encontro das necessidades de mobilidade que têm vindo a aumentar significativamente entre aqueles importantes centros populacionais. A região agora abrangida pelos Alfa Pendular tem uma forte dinâmica económica, social e cultural que vai certamente valorizar este aumento da oferta da CP. A crescente importância turística da cidade de Guimarães, cujo centro histórico é Património Mundial da Humanidade, atrai actualmente milhares de turistas, que passam a contar com mais uma forma de chegar à “Cidade Berço”.

Para o Presidente da CP, Eng.º Manuel Queiró “esta decisão surge como consequência lógica do significativo aumento de procura que os comboios de longo curso têm vindo a registar, fruto de uma estratégia de marketing agressiva e virada para o aumento dos passageiros e das receitas. Esta é uma oportunidade para a empresa reforçar o seu papel de maior transportadora nacional, indo competir directamente com o autocarro, com o automóvel e até com o avião. “