free web
stats

… em Maio é tempo de voltar a “Entrar na Linha”

tuaTirefouSerá já no próximo dia 21 de Maio que se volta a “Entrar na Linha” do Tua. A acção de limpeza e valorização do património ferroviário abandonado pela Infraestruturas de Portugal já conta com duas edições.

Mas Filipe Alexandre Esperança do Movimento Cívico pela Linha do Tua (MCLT) explica o que reserva a edição deste ano em mail que recebemos:

O Movimento Cívico pela Linha do Tua (MCLT) é um grupo de cidadãos constituído em Outubro de 2006, e que tem como missão a preservação da memória e a vivência da Linha do Tua, uma das mais antigas e importantes ligações ferroviárias do País, que ajudou a desenvolver a região Transmontana ao longo de mais de um século.

No seguimento das nossas actividades em prol da Linha do Tua e da sua preservação, vimos por este meio apresentar-vos o “III Entrar na Linha”, que se realizará no próximo dia 21 de Maio na Estação Ferroviária de Cortiços, concelho de Macedo de Cavaleiros.

À semelhança dos anteriores eventos, esta edição do “Entrar na Linha” incluirá diversas actividades cívicas, tais como a recolha de lixo, a limpeza da plataforma da Estação e espaços ferroviários anexos, a remoção de vegetação daninha, a desobstrução do corredor ferroviário e a pintura e recuperação de pontos quilométricos ainda presentes no terreno. Tal como já vai sendo habitual, onde esses pontos quilométricos estiverem em falta, o MCLT irá implantar uma réplica em madeira de pinho marítimo previamente concebida, e já aprovada pela Infraestruturas de Portugal.

Nesta nova edição, iremos ter também algumas novidades e surpresas, tais como o aperto de tira-fundos (parafuso de fixação ferroviária) a partir de uma chave de aperto ferroviária, a verificação de sulipas e a lubrificação de agulhas e dos respectivos aparelhos de mudança de via. Estas actividades serão supervisionadas por um funcionário da CP que se disponibilizou a demonstrar o processo, enriquecendo assim o evento.

Concluídas todas as actividades supra-citadas, o MCLT, em conjunto com o grupo entusiasta “The Brave Ones”, irá “devolver o comboio” à recta de Cortiços, visto que um pequeno veículo de combustão artesanal irá realizar algumas marchas ao longo dos 500 metros de via intervencionados durante o evento. Este pequeno passeio será uma comemoração dos 10 anos do Movimento Cívico pela Linha do Tua e é uma forma de recordar e voltar a vivenciar o potencial desta infraestrutura, que tanto deu à região. O passeio é também de forte valor simbólico, visto que se assinalam em 2016 os 25 anos de abandono do troço compreendido entre Carvalhais e Bragança.

 

O evento terminará na aldeia de Cortiços, na Associação Cultural, Desportiva e Ambiental, onde os cerca de 75 participantes (inscritos até à data) poderão assistir ao documentário “Pare, Escute e Olhe”, de Jorge Pelicano (2009). Será ainda realizado um debate sobre a Linha do Tua, sua história e importância no desenvolvimento regional.

Desta forma, e certos de que tão nobre causa merecerá a vossa melhor atenção, convidamos vossas excelências a virem conhecer um pouco do nosso trabalho e a participarem neste evento, que seguramente será digno de uma pequena reportagem.

Enviamos em anexo algumas fotografias dos eventos anteriores.

Estamos aos dispor para qualquer esclarecimento adicional, bem para qualquer discussão relacionada com a temática da Linha do Tua.

Sem outro assunto, com os melhores cumprimentos,

P’lo MCLT

Filipe Alexandre Esperança