free web
stats

Linha do Douro: CP anuncia reforço parque de material diesel

A operação de serviço regional da CP no troço não eletrificado da linha do Douro, é realizada com material de tração diesel, alugado à sua congénere espanhola RENFE. Em agosto de 2016, está prevista a entrega das três últimas automotoras da série 592 que integram o lote de 20 unidades alugadas à RENFE.

Os aumentos de procura que se têm verificado ao longo dos últimos anos, acrescidos da dificuldade da empresa RENFE em proceder à entrega da totalidade das automotoras que estava previsto estarem em funcionamento nesta linha desde o final de 2015, têm gerado dificuldades ao nível da regularidade do serviço e estão a provocar a ocorrência de supressões de algumas circulações, adianta o operador. Situação que a CP está a colmatar com recurso a meios rodoviários de substituição, para suprir as necessidades de mobilidade das populações.

Para fazer face a esta situação, o operador anuncia que vai reforçar, a partir de dia 15 de Junho, o parque de material na Linha do Douro. Uma composição constituída por locomotiva e carruagens e uma automotora adicional vão dar resposta aos picos de procura turística deste período e ao transporte de grupos de dimensão alargada, refere o operador.

A enquadrar explica a CP Comboios de Portugal: a empresa recorre diariamente a toda a sua capacidade humana e recursos materiais para ultrapassar as dificuldades e garantir o transporte das populações, ainda que com recurso a soluções que, por vezes, não correspondem às expectativas, nem dos clientes, nem da empresa.

Esta situação, destaca o operador, vem reafirmar a urgente necessidade da realização dos investimentos, sucessivamente adiados, na electrificação e modernização destas vias ferroviárias, cuja concretização no mais breve espaço de tempo é verdadeiramente crucial para a prestação do serviço público de transporte ferroviário, nas condições de fiabilidade e qualidade que as populações esperam e merecem.