free web
stats

Ponte de São João no Porto assinala 25 anos

img: Joseolgon

img: Joseolgon

A ponte ferroviária de São João no Porto assinala esta sexta-feira um quarto de Século. A obra de arte, da autoria do Eng. Edgar Cardoso (1913-2000), começou a ser construída em Novembro de 1984 e foi inaugurada a 24 de Junho de 1991.

A ponte de são João veio substituir a antiga ponte Maria Pia na função de aproximar por caminhos de ferro as margens de Gaia e Porto no rio Douro. “A ponte Maria Pia, inaugurada em 1877, condicionava fortemente a exploração ferroviária impondo restrições de velocidade a 20km/k e de cargas a 16t/eixo e 3,8t/m, sendo por isso imperativo construir uma nova ponte que permitisse ligar Gaia ao Porto em via dupla”, explica nota da CP Comboios de Portugal empresa então titular da obra.

.

Para voltar no tempo e procurar descompactar um pouco do ambiente que 25 anos já comprimiram, estivemos a conversa com Manuel Ribeiro, à época fotografo do Gabinete de Relações Publicas das CP. No diálogo o interlocutor emprestou cor e textura de onde recuperamos partes para valorizar a data:

A viagem inaugural entre Gaia e Campanhã contou com o que de melhor a CP tinha na altura. A encabeçar uma composição composta por 4 carruagens corail, duas de 1ª Classe e duas de 2ª, esteve a locomotiva eléctrica CP 2625, da série CP 2600. material associado ao serviço Alfa, o melhor da CP na altura. Segundo o plano da carta impressa, que não foi rigorosamente comprido, o comboio espacial tinha hora de partida de Gaia às 11h00m. Paragem de 10 minutos no leito da Ponte de São João entre as 11h06m e às 11h16m. A hora prevista de chegada a Campanhã às 11h20m.

.

A ponte de São João encontra-se a uma distância de 180 metros da ponte Maria Pia e apresenta uma extensão total de 1140 metros. O custo final da obra chegou aos 25 milhões de contos quando o orçamento inicial era de 4 milhões de contos. Orçamento abaixo do preço por parte do empreiteiro, acessos não contabilizados, e instalação ferroviária final, foram argumentos usado pelo projectista para explicar o derrapar do orçamento. A obra de arte levou à construção de dois viadutos para acesso ao vão central. Do do lado de Gaia o viaduto termina em túnel. A intervenção promovida levou à remodelação do antigo apeadeiro General Torres.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.

O aprofundar da obra remete para uma época e um homem. A ponte ferroviária São João foi a última grande obra do Professor Edgar Cardoso. Hoje uma figura remetida para os corredores de engenharia, mas que aproximou margens em 4 dos cinco continentes. Referir que foi convidado a entrar no concurso para projectar a ponte de São João e ganhou. Tinha 70 anos quando em 1984 se iniciou a construção da da obra de arte, a sua quarta ponte sobre o rio Douro, obra que Edgar Cardoso termina em 1991 com 78 anos.