free web
stats

Sucata pode render 950 mil euros à CP

barreiroFaca_03A proposta mais alta, de cinco apresentadas à CP Comboios de Portugal por um lote de material circulante abatido ao serviço colocado à venda para reciclagem, pode valer ao operador público um encaixe de quase um milhão de euros. Os valores oferecidos pelo lote de 91 peças, e as empresas que apresentaram propostas, foram avançados pelo jornal Publico.

A publicação dá conta de 5 interessado e propostas que variam entre meio milhão e os 950 mil de euros. A concurso esteve um lote composto por carruagens sorefame, reboques de Allan, furgões, automotoras eléctricas e diesel, parquedos no Entroncamento, no total de 91 peças. No lote encontra-se a automotora UTE 2001 do Museu Nacional Ferroviário.

Artigo completo, 640 palavras, encontra-se disponível para subscritores.

Sobre o concurso para venda de sucata que terminou em Abril, o periódico avança que “os procedimentos concursais não estão ainda finalizados”, e citando fonte da CP refere: “ainda não está definida uma data para a assinatura do contrato”.

Transucatas com 950 mil euros, Ambigroup Reciclagens com 640 mil euros, Reciclagens de Sucata Abrantina com 639 mil euros, Batistas – Reciclagem de Sucatas com 609 mil euros, e Centro de Reciclagem de Palmela com 501 mil euros, foram as empresas e propostas apresentadas a concurso.