free web
stats

GISAF agiliza processo de preparação do relatório preliminar da investigação

De acordo com boas práticas internacionais o Gabinete de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF) anunciou que pretende mitigar eventuais erros factuais nos relatórios preliminares de investigação com o contributo das entidades intervenientes antes de proceder à entrega do documento junto dos interessados.

Explica o organismo público: “No âmbito dos processos de investigação, e sem prejuízo de diversas reuniões realizadas ao longo do período de recolha de informação, o GISAF adotou como boa prática, em linha com as recomendações internacionais neste domínio, fazer a apresentação e discussão dos resultados obtidos quanto a principais conclusões e eventuais pontos para melhoria, antes da finalização do relatório preliminar da investigação, para desde logo poder evitar eventuais erros factuais e também recolher possíveis contributos das entidades intervenientes”.

No seguimento dessa postura, o GISAF informou que se realizaram na passada segunda-feira reuniões com empresas envolvidas: no “Acidente com motociclista na PN 324,964 – linha do Algarve, Estômbar”;  “Incidente de segurança: PN 106,202-Oeste aberta aquando da passagem do comboio n.º  6450”; “Utilização de material circulante em percursos nos quais a série não estava regulamentarmente autorizada para o efeito”.