free web
stats

Conselho de Ministros não confirma nova administração da IP

feiraBrinquedo_01A reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira não confirmou os nomes avançados esta semana na imprensa para formarem um novo Conselho de Administração da Infraestruturas de Portugal. Na segunda-feira entra um novo mês, e a falta de diploma deixa em aberto quem vai iniciar um novo ciclo à frente da empresa que gere ferrovia e rodovia em Portugal.

O actual presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), António Ramalho, já disse que está de saída para o Novo Banco. “Nos termos e para o efeito do regulamento da CMVM, a Infraestruturas de Portugal S.A. informa que o presidente do conselho de administração executivo, António Manuel Palma Ramalho, apresentou no dia 18 de Julho, aos órgãos competentes, a renúncia ao cargo”, refere comunicado da IP à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. A renuncia delega a conclusão da fusão estradas ferrovia para outra gestão.

Entretanto, para colmatar a saída, a imprensa avançou com dois nomes para a administração executiva IP. O Jornal de Negócios refere António Laranjo para a presidência, e o Jornal Público posiciona Carlos Fernandes com vice. Este deverá assumir uma das duas vice presidências do conselho de administração executivo da IP. Nomes não confirmados, mas também não desmentidos, pelo ministério das Infraestruturas e Planeamento. O que deverá sustentar os nomes num novo ciclo rodo-ferroviário.

Questionada sobre as nomeações esta quinta-feira após reunião semanal do Conselho de Ministros, Maria Manuel Leitão Marques, Ministra da Presidência, avançou à nossa plataforma que dos 21 diplomas discutidos e aprovados na sessão nenhum versou nomeações para a IP: “Como consta do comunicado ela não foi discutida, ela não consta em nenhum diploma do Conselho de Ministros”.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.

Sobre as figuras referir que António Laranjo, seleccionado para suceder a António Ramalho na presidência da Infraestruturas de Portugal (IP), exerce actualmente funções de director de marketing estratégico na IP. No curriculum a passagem pela REFER e EP, empresas que deram origem à IP, pode ser um ponto com relevo.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.

António Ramalho renunciou à presidência da IP para assumir a presidência do Novo Banco a partir de 1 de Agosto. Leva consigo a vogal do CA Vanda Nogueira.