free web
stats

IP desenvolve Catenária para Alta Velocidade

img: IP

img: IP

A equipa de Catenária da IP Engenharia da Infraestruturas de Portugal (IP) tem em processo de certificação um sistema de catenária IP apto para velocidades até 300 km/h. O projecto visa responder às normas europeias de interoperabilidade e ser intermutável com sistemas existentes.

A “LP300″, assim se designa a catenária desenvolvida e que se encontra em processo de certificação, surge como resposta às Especificações Técnicas de Interoperabilidade que o troço Évora-Caia, já iniciado, irá requerer.

Por outro lado, a aposta no desenvolvimento da solução, passa por harmonizar os sistemas de catenária em utilização na IP num cenário de transição: “foi também definido o objectivo de desenvolvimento de novos componentes intermutáveis com os actualmente em uso, promovendo-se assim a futura renovação e evolução dos sistemas existentes”.

No presente a IP dispõe de sistemas de catenária para velocidades de projecto até 220 km/h (LP10 até 120 km/h e LP12 até 220 km/h). “Neste sentido, estabeleceu-se como objectivo uma velocidade máxima de 300 km/h, tendo por base as características dos sistemas de catenária existentes na IP”.

A nova catenária caracteriza-se por: Braço de chamada curvo com 1300 mm de comprimento; Sistema de electrificação: 25 kV / 50 Hz; Velocidade máxima de serviço: 300 km/h; Fio de contacto: 150 mm2 tracionado a 20 kN; Cabo de Suporte: 65 mm2 tracionado a 14 kN;
Altura nominal do fio de contacto: 5,30 m.

O desenvolvimento da documentação técnica para o processo de certificação em curso contou com a “APNFC como Organismo Notificado (entidade certificadora) e com a SNCF na execução das simulações de comportamento dinâmico da catenária com base em software informático certificado de acordo com as normas Europeias”.

As próximas etapas deste processo passam pela conclusão da definição das regras de projecto para esta nova catenária e da especificação de todas as peças e montagens a utilizar, com vista à elaboração do projecto para o troço Évora-Caia.

A conclusão da certificação da catenária “LP300″ será obtida após a construção de um troço com extensão significativa para realização de ensaios reais à velocidade de serviço.​

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.