free web
stats

UIC publica relatório anual de segurança

A União Internacional de Caminhos-de-Ferro (UIC) libertou o UIC Safety Report  2016. O documento compila dados de segurança relativos ao ano de 2015 dos 22 membros europeus da base de dados de segurança UIC.

O relatório publico divide-se em duas partes. Na Parte 1 é apresentado o Relatório Geral sobre acidentes significativos de 2015, na Parte 2 – apresenta séries temporais e tendências.

Na introdução do documento o presidente da Safety Platform, Peter Kleinschuster, destaca: “Podemos sublinhar, como referência, a existência de vítimas a lamentar em descarrilamentos ocorridos em 2015, pelo segundo ano consecutivo. Desde que o primeiro comboio circulou no inicio do Séc. XIX, isto nunca aconteceu”.

Para o responsável, na maioria dos indicadores, o ano de 2015, a par de 2014, foi um dos anos mais seguros da década. O relatório da UIC compila dados desde 2006.

Sobre séries e tendências 2006~2015, segunda parte do documento, identifica que em 10 anos houve uma queda de 38% no número de vitimas, e 2015 foi o melhor ano da série.

A base de dados, gerida pela Unidade de Segurança do organismo, visa a criação de um inventário de informações onde possam ser acedidas não só as estatísticas de acidentes, mas detalhar as causas, circunstâncias e consequências dos acidentes.

Integram o relatório da UIC Safety Database, a ADIF e ADIF-AV (Espanha), CFL (Luxemburgo), CFR-SA (Roménia),DB AG (Alemanha), Eurotunnel, HZ (Croácia), Network Rail (Reino Unido), Infrabel (Bekgica), IP (Portugal), JBV (Noruega), MAV (Hungria), ÖBB (Áustria),PKP (Polónia), ProRail (Holanda), RFI/FS (Itália), SBB (Suíça), SNCF-Réseau (França), SZ (Eslovénia), SZDC (República Checa), Trafikverket (Suécia), ZSR (Eslováquia).