free web
stats

Armando Lobato confirma fim da Norbrass

1960Em nome da equipa, Armando Lobato anunciou este sábado o fim da marca portuguesa de modelismo ferroviário de precisão NORBRASS. A decisão, vinculada via comunicado, veio confirmar informações dessa possibilidade avançadas antes pelo próprio Armando Lobato.

Na origem da decisão estão problemas económicos do fabricante Coreano parceiro da marca que comprometeram a produção, relativamente ao projecto das automotoras Nohab.

Segundo avança o comunicado, “…estive toda a semana em Seoul a tentar desbloquear a situação e encontrar alternativa para resumir o mesmo, mas não foi possível. Simplesmente é de todo inviável continuar com este projeto nas condições acordadas inicialmente e por conseguinte isto implica que é também o fim da NORBRASS como marca.”

Sobre o projecto actualmente em comercialização, as Ambulâncias Postais Sorefame, o comunicado adianta: “Vamos resumir ainda a entrega das Ambulâncias Postais Sorefame que é o único modelo que está actualmente em produção e portanto será também o ultimo modelo da marca NORBRASS”.

É também avançada a informação, que agradará a todos os modelistas portugueses, sobre o projecto das  automotoras diesel Nohab,: “… a equipa vai tentar migrar o projecto e apontar os seus esforços para que estas automotoras saiam via SUDEXPRESS SCALE MODELS”.

Com peças classificadas de “joalharia ferroviária em miniatura”, a produção artesanal em latão da marca portuguesa destaca-se, na parte das locomotivas, por disponibilizar as séries Alco CP 1500 e 1520, Sentinel CP 1150, Withcomb CP 1300, Bombardier CP 1960, English Electric CP 1800, Mitsubishi Renfe 251 e,  furgões metálicos Df e Dfv, vagões Facs CP, FP Lindner, e Uacs CP.

Ao nível de projectos, ainda em fase inicial, estavam as locomotivas a vapor CP da série 070, 0180, e a carruagem socorro.

Em 2007, com seis anos de existência, a marca já tinha produzido 1430 modelos de furgões e vagões, 1240 modelos de locomotivas e tractores, fazendo um total de 2670 modelos.

A NORBRASS surgiu em finais de 2001 com o objectivo de colmatar um vazio que existia no mercado português em matéria de modelos ferroviários portugueses de qualidade. A partir de 2003 a NORBRASS começou a conceber, projectar e gerir todos os seus projectos na área de locomotivas, carruagens e furgões, vagões, em latão na escala H0.

Com a decisão, Armando Lobato encerra um ciclo de 17 anos com a NORBRASS. No entanto, deste desafio nasceu em 2008 a  Sudexpress Scale Model Trains.

A marca SUDEXPRESS, que desde então tem feito a diferença no panorama nacional com o lançamento regular de modelos portugueses, apareceu com o objectivo de produzir peças de qualidade, acessíveis a um mercado mais alargado de modelistas. Estas produções no segmento de modelos ferroviários em plástico, destacam-se por ter o detalhe e qualidade que eram apanágio da NORBRASS.

2500CEC_00Para além das séries de furgões e vagões portugueses e estrangeiros, quem não se deleita com as locomotivas CP 1400 da SUDEXPRESS, já produzidas em duas tranches, as várias versões nacionais e estrangeiras da EURO 4000 da VOSSLOH e com as recentemente comercializadas CP 2500/2550?