free web
stats

Electrificação Viana do Castelo – Valença avança na sexta-feira

O concurso para a empreitada de Electrificação do troço Viana do Castelo – Valença/Fronteira vai ser apresentado no final da semana. O anuncio está marcado para a manhã de sexta-feira na Estação Ferroviária de Valença, numa cerimónia que deverá contar com Pedro Marques.

A intervenção a concurso engloba, além da instalação de catenária ao longo de 49 km de via entre Viana do Castelo e Valença, o alteamento e prolongamento das plataformas de passageiros nas Estações e Apeadeiros, e execução de estações técnicas em Carreço e Carvalha.

Compreende também a estabilização de taludes, construção de sistemas de drenagem e de estruturas de suporte e contenção, mais a impermeabilização e o rebaixamento da via-férrea e dos túneis de Caminha, Seixas e Gondarém.

A empreitada de electrificação do troço Viana do Castelo – Valença/Fronteira é uma obra complementar à empreitada actualmente a ser executada entre Nine e Viana, ambas inseridas no projecto de modernização da Linha do Minho.

A concretização destas duas empreitadas de requalificação e electrificação da Linha do Minho, informa a IP, dotará os 93 km de via com capacidade de circulação de comboios de tracção eléctrica até à fronteira com Espanha e representa um investimento superior a 80 milhões de euros.

A Linha do Minho integra o corredor Eixo Atlântico e a concretização do projecto de modernização reveste-se de extrema importância na ligação da rede ferroviária nacional a Espanha, nomeadamente na ligação a Vigo, aumentando a capacidade exportadora de mercadorias do país.

De acordo com a Infraestruturas de Portugal a empreitada no troço da Linha do Minho entre Viana do Castelo e Valença, ronda os 23 milhões de euros.