free web
stats

Euro 4000 Medway em testes de via

Duas locomotivas diesel do lote de quatro Euro 4000 destinadas ao operador ferroviário de mercadorias Medway estão montadas e encontram-se a realizar testes de via em Valência, Espanha. O fabricante Stadler Rail tem ás máquinas prontas, e da parte da Medway deverão seguir em breve até Valência quadros técnicos da área operacional para ter formação na série, apurou a webrails.tv.

As Euro 4000 foram contratadas em sistema de aluguer operacional de longo prazo à Alpha Trains, que as adquiriu ao fabricante. A assinatura do contrato, entre o operador e a empresa de leasing ferroviário, aconteceu em Madrid, Maio de 2016, e representou um investimento de 15 milhões de euros para a Medway.

A entrada ao serviço do material circulante, previsto para este ano, vai conferir um maior poder de tracção para o transporte de cargas mais pesadas e operar comboios mais compridos. Mas o ponto forte no novo equipamento será a capacidade interoperável no portefólio de tracção e serviços da Medway.

O facto não ser necessário trocar de locomotiva na fronteira vai permitir ao operador alocar poupança de tempo em transportes internacionais, e optimizar o serviço ao cliente.

Com o novo modelo o operador português passa a ter capacidade dos dois lados da fronteira. Além de preencher requisitos regulamentares no equipamento embarcado, a série está homologada para circular nas redes ferroviárias portuguesa e espanhola.

Na actualidade o modelo da Stadler Rail, antiga Vossloh, já equipa vários operadores espanhóis, como a Comsa ou a Continental Rail, para além de portuguesa Takargo, com muitos km ibéricos.

As novas máquinas vão suportar a mobilidade da carga em Espanha, Portugal, e a também a tracção para o operador cruzar a fronteira e realizar serviços de “last mile” ferroviário internacional.

O Entroncamento, no Distrito de Santarém, deverá ser o primeiro depósito de material para as Euro 4000. A linha do Leste não está electrificada e esse é um dos eixos da oferta do operador ferroviário no acesso aos portos portugueses. Em alternativa à região centro, na região norte as ligações entre Portugal e Galiza também têm perfil para se encaixar na utilização deste material.

Por outro lado, a entrada ao serviço poderá ainda ajudar a redesenhar as operações da Medway. Os tráfegos com maior movimento ou regularidade passam a contar com mais poder de tracção. O que poderá resultar em ganhos de produtividade.

Já as locomotivas irão juntar-se ao material diesel Alstom, antigas CP 1900, e Bombardier, conhecidas por 1960, do parque do operador ferroviário de mercadorias.

Para preparar a entrada do material no portefólio de tracção do operador ferroviário português, a empresa vai fazer deslocar a Valência uma  equipa de operacionais ter formação na série nos próximos dias.

Entretanto as restantes duas locomotivas contratadas à Alpha Trains devem estar também montadas pela Stadler Rail no decorrer deste mês. Os quatro veículos deverão estar a operar serviços na Península Ibérica ainda este ano.