free web
stats

RailPol: ferrovia portuguesa fiscalizada 3 vezes

Comboios siteEm 2016, no âmbito da RailPol, foram executadas na ferrovia portuguesa três acções de fiscalização conjuntas. A informação consta no separador de Cooperação Internacional do Relatório Anual de Segurança Interna 2016.

No ano passado, adianta o relatório, em Portugal e no âmbito da cooperação internacional foram efectuadas 823 acções em estações de caminhos de ferro, e 1461 em comboios. O controlo fiscalizou 10 659 pessoas e 2490 bagagens, apurando 534 crimes e 3 situações suspeitas de serem qualificadas de imigração ilegal. O resultado obtido centrou-se em 27 detenções e apreensão de 5 armas.

Executaram-se em 2016, no espaço europeu, a “11th Rail Action Day 24RAD/Blue”, “12th Rail Action Day 24RAD/Blue” e “Active Shield”.

No mesmo âmbito, já este ano, Portugal integrou uma operação europeia de fiscalização aos comboios internacionais e nacionais – “13th 24Blue Rail Action Day”. A acção decorreu nos dias 14 e 15 de Março de 2017.

Artigo completo, 626 palavras, encontra-se disponível para subscritores.

As operações RailPol citadas pelo relatório visaram: “realizar controlos simultâneos nas principais linhas ferroviárias europeias, contribuindo para o aumento do sentimento de segurança nos utentes das redes ferroviárias, para além de terem potenciado a eficácia do combate ao crime”.

As operações na ferrovia portuguesa envolveram a GNR, força de segurança de ligação ao RailPol, PSP (membro RailPol), Infraestruturas de Portugal, CP Comboios de Portugal e Fertagus.

De referir, também enquadrado na RailPol, em Agosto de 2016 o Comando Geral da Guarda Nacional Republicana, sediado no Convento do Carmo em Lisboa, recebeu nos dias 24 e 25 de Agosto o grupo de análise de fenómenos criminais em ambiente ferroviário da RAILPOL (European Network of Railway Police Forces).

O Relatório Anual de Segurança Interna 2016 foi publicado a 31 de Março 2017.