free web
stats

EMEF com resultados positivos pelo 3º ano

innotransse_infraestruturasemef2A Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) fechou o exercício de 2016 com 3,4 milhões de euros positivos. O valor compara com os 1,3 milhões de euros de 2015 e os 900 mil de 2014, adianta comunicado da empresa que a webrails.tv teve acesso.

O valor do EBITDA (sem indeminizações) cresceu em 2016, fixando-se em 5,6 milhões de euros e o volume de negócios aumentou cerca de 10%, fixando-se em 63 milhões de euros.

O ainda Director Geral da EMEF, Alberto Castanho Ribeiro, salienta no comunicado que esta série de bons resultados financeiros e operacionais são a prova da sustentabilidade da empresa consolidada nos últimos anos, resultando do aumento da eficiência e optimização dos recursos humanos e materiais.

Alberto Castanho Ribeiro destaca também no comunicado que, em 2016, a EMEF voltou a reduzir o montante em dívida, nomeadamente às entidades financeiras, permitindo o reposicionamento da empresa na perspectiva bancária. O montante global da dívida financeira tem vindo a ser reduzido progressivamente desde 2013 (23,8 milhões de euros), fixando-se em 15,6 milhões de euros no final de 2016.

A empresa avança que o arranque de grandes projectos de renovação de material circulante e a conquista de novos clientes permitiu também proceder, ao longo de 2016, à contratação de cerca de uma centena de trabalhadores que vieram reforçar as equipas nos Parques Oficinais do Norte e do Centro.

Em termos operacionais, refere a nota da EMEF, o ano de 2016 fica marcado pelo arranque da remodelação profunda dos comboios Alfa Pendular e pela confirmação de novos contratos, nomeadamente com clientes fora do grupo CP: por um lado, com a Prometro/Metro do Porto, que prevê a manutenção de veículos Tram Train e Eurotram, fabricados pela Bombardier e, por outro, com a Fertagus.

Foi ainda, avança o comunicado, em 2016 que a EMEF desenhou uma Estratégia Digital visando a melhoria e a modernização dos processos de negócio, tornando-os mais eficientes e capazes de liderar este sector de actividade. Uma estratégia focada em soluções de mobilidade, desmaterialização de processos, através de novos sistemas de informação e na informação útil, em tempo real, para apoio à tomada de decisão e incremento da produtividade.

Por outro lado, e a rematar a nota da empresa sublinha que a EMEF se prepara para regressar aos investimentos. Avança que os projectos de criação de uma nova oficina de rodados no Parque Oficinal do Centro, no Entroncamento, estão a avançar. A criação da unidade de manutenção e reparação de rodados tem em vista a expansão da capacidade de produção e exportação, será para servir  o mercado ibérico, e mercado europeu. O investimento nesta obra poderá ascender a 7,5 milhões de euros.

O Relatório e Contas, apurou a webrails.tv, só deverá estar disponível em Maio.