free web
stats

Grandes infraestruturas portuguesas no Mundo

 A Ordem dos Engenheiros (OdE) realizou no dia 23 de Maio o segundo encontro do Ciclo de Conferências “Obras de Engenharia Geotécnica Portuguesa no Mundo”. Na passada terça-feira dedicado ao tema “Infraestruturas de Transportes”. A expansão da rede de metro em Argel e intervenções nos corredores ferroviários da Beira e Nacala, balancearam as apresentações na área ferroviária.

A base da proposta de encontro de final de tarde de quadros técnicos ligados à área de engenharia, teve como mote a internacionalização das empresas portuguesas da área. A diminuição de contractos para grandes obras públicas em Portugal nos últimos anos levou à exportação de quadros e conhecimento.

“Houve necessidade de internacionalizar para subsistir. A situação obrigou ao encontro com novas experiências, e são essas as experiências que a sessão propõe”, justificou Eduardo Fortunato, Coordenador da Especialização em Geotécnia da OdE, na abertura.

A sessão dividiu-se entre a apresentação de grandes infraestruturas transporte associadas à engenharia portuguesa em África e América central, nas áreas da rodovia e ferrovia. Como fio condutor à explicação dos contractos a equação juntou alguns aspectos da realidade local (cultural, religiosa, politica) que modelaram, e ainda apuram, a aplicação do saber fazer da engenharia portuguesa no mundo.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.

A sessão organizada comissão de Geotécnica da OdE decorreu no auditório da sede em Lisboa entre as 17h00 e as 19h30 do dia 23 de Maio. Fecham o Ciclo de Conferências “Obras de Engenharia Geotécnica Portuguesa no Mundo” abordagens a obras portuárias, e obras de suporte.