free web
stats

Chama-se Matilde é a mais recente locomotiva do parque de tracção Medway

medway_Euro4000_Matilde

img: Nuno Coelho

A máquina chegou na segunda-feira 22 de Maio a Portugal, entrou por Vilar Formoso, seguiu para o Entroncamento com a marcha 98 212 a reboque de uma unidade eléctrica da serie 4700. Nos próximos meses vai formar a primeira bolsa de maquinistas habilitados Medway na série.

A unidade diesel-electrifica revela as cores e o design da personalidade que a Medway vai apresentar na ferrovia ibérica. A aposta na personalização permite ao operador ferroviário, assim que a série entrar ao serviço comercial, destacar a marca nos mercados português e espanhol.

A nova locomotiva faz parte de um lote de quatro contratadas à Alpha Trains. O negócio de aluguer operacional, adiantou o operador logístico na altura do contrato, ronda 15 milhões de euros.

Um dado curioso na nova locomotiva é o nome. Chama-se “Matilde”. No grupo MSC existe a tradição de baptizar os novos navios de contentores com o nome de familiares do fundador da MSC, Gianluigi Aponte, ou quadros da empresa.

No caso do MSC Matilde, um navio porta-contentores que escala Sines, o baptismo coube a Eleonora Melatilde Massa, filha do director comercial da MSC Cruzeiros em Portugal e Espanha, Leonardo Massa.

No caso da ferrovia a webrails.tv apurou que a Medway mantém a tradição do grupo MSC. “Matilde” é o nome de uma familiar de um colaborador da Medway.

“É o nome da neta do trabalhador mais antigo da empresa, entrou em CP em 1972. Quando a empresa  [CP Carga] foi privatizada, ficamos todos com a antiguidade que tínhamos na CP. As próximas 3 também vão ter nomes associados a netas dos trabalhadores mais velhos”, lê-se na rede social da Via Libre que cita um quadro da Medway.

Com a chegada da 335 033, a serie ficará completa com as unidades 034, 035 e 036, os modelos que servem na Transfesa, Comsa, Continental Rail, Logitren, além da Takargo, passam a ter as unidades da Medway como companhia.

Fabricada em Valência, Espanha, pela Stadler Rail, a unidade que chegou faz parte de um lote de seis encomendado pela Alpha Trains ao construtor suíço. As outras duas destinam-se à Ibercargo (335 037-038) e devem chegar à Takargo no próximo mês de Junho.