free web
stats

“Comboio de Sal e Açúcar” filme de ficção produzido em Moçambique

Em Maputo, o realizado Lucínio Azevedo adiantou à Lusa  que o Comboio de Sal e Açúcar” é um filme de ficção moçambicano, lançado quatro anos depois da última produção do género no país.


“É muito difícil fazer uma longa-metragem de ficção em Moçambique. Faltam meios”, sobretudo, apoios financeiros, afirmou o cineasta brasileiro radicado em Maputo na quarta-feira quando apresentou o trabalho em antestreia no Centro Cultural Brasil-Moçambique.

O “Comboio de Sal e Açúcar” resulta de uma adaptação do livro com o mesmo nome, escrito há 15 anos por Lucínio Azevedo e que narra a história de uma enfermeira que se apaixona por um militar durante a viagem de um comboio que, em plena guerra civil moçambicana, procura chegar ao seu destino sob iminente perigo de confrontos militares.

O filme conta com o apoio da Portos e Caminhos de ferro de Moçambique que disponibilizou a locomotiva para a gravação.