free web
stats

Sistema de Mobilidade do Mondego

O Laboratório de Engenharia Civil e a IP Engenharia desenvolveram um estudo para a instalação de um sistema que recupere a mobilidade no eixo Serpins – Coimbra. A opção foi tornada publica na sexta pelo ministro Pedro Marques em roteiro de 2 dias pela região de Coimbra.

Na sexta-feira, segundo dia, ficou a saber-se que o actual Executivo pretende implementar um sistema de metro bus no antigo corredor. A proposta, apresentada na manhã de sexta-feira na Lousã, Mirando do Corvo e Coimbra,  compreende a utilização de um sistema que pode custar entre 75 a 90 milhões de euros a implementar.