free web
stats

CP aumenta oferta no Douro com carruagens históricas

img: Miguel Marques

img: Miguel Marques

Uma composição formada por carruagens da década de 40 vai voltar a circular na Linha do Douro, num novo comboio diário, dirigido essencialmente aos muitos turistas que no período de verão visitam a região a partir do Porto, até ao Tua.

As viagens deste comboio iniciam-se a 30 de junho e prolongam-se até 30 de setembro, com partida de Porto São Bento às 09H25 e chegada à estação do Tua às 12H28. No regresso, tem partida do Tua às 16H34 e chegada a Porto São Bento às 20H55 nos dias úteis e às 20H30 aos sábados, domingos e feriados.

Designado de MiraDouro, este novo serviço da CP – Comboios de Portugal resulta da recuperação de seis charmosas carruagens produzidas na década de 40 pela fabricante suíça Schindler e colocadas ao serviço na rede ferroviária nacional entre 1949 e ao final do Século.

Nesse período, estiveram quase vinte anos na Linha do Douro, para onde regressam agora, após um cuidadoso restauro levado a cabo pela EMEF – Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (do Grupo CP). A tração será feita com uma locomotiva diesel dos anos 60, que mantém todas as características da sua época original.

Este comboio é uma resposta da CP à crescente procura turística sazonal, de portugueses e estrangeiros, pela região do Douro e, em particular, pelos serviços de transporte naquele é um dos mais belos trajetos ferroviários do país.

O MiraDouro terá paragem em Porto Campanhã, Régua, Pinhão e Tua e os preços são idênticos aos praticados no serviço Interregional da CP (11,60 euros para o percurso Porto – Tua e 9,75 euros entre Porto e Peso da Régua).

As carruagens beneficiam de grande espaço interior e de janelas amplas e panorâmicas, que se podem abrir para melhor contemplar as paisagens do Douro vinhateiro, reconhecidas pela UNESCO como património da humanidade.

Breve história das carruagens Schindler

Produzidas na suíça pela Schindler, em meados da década de 40, estas seis carruagens chegaram a Portugal em 1947 e estiveram ativas entre 1949 e até final do Séc. XX. Durante esse período, circularam na Linha do Douro por duas décadas, primeiro com tração a vapor e mais tarde puxada por locomotivas diesel.

Foram também ao longo do tempo sofrendo alterações várias ao nível estético e comercial, tendo iniciado a operação com serviço de 2.ª e 3.ª classes e mais tarde com serviço de 1.ª e 2.ª classes.

Trata-se de um conjunto de material circulante de grande relevância na história do transporte ferroviário português, tendo servido as populações durante vários anos e em diferentes zonas do país.

Este comboio, ligará diariamente Porto Campanhã ao Tua, é uma resposta da CP à crescente procura turística sazonal pela região do Douro e, em particular, pelos serviços de transporte naquele é um dos mais belos trajectos ferroviários do país.

CP

Nota do Editor – A apresentação à imprensa ocorreu esta terça-feira com uma viagem entre Contumil e Ermesinde, com regresso (duração total: 30 minutos), para  e recolha de imagens e contacto com a nova oferta do operador.

As carruagens Schindler vulgarmente conhecidas por “Suíças” foram reabilitadas em 2004 para serviços turísticos no Douro que formavam o chamado Comboio Panorâmico, também conhecido como “Comboio do Vinho do Porto”. Encontravam-se encostadas em  Contumil desde 2007.

usar.