free web
stats

Novas locomotivas Medway já têm madrinhas

medwayBatO operador ferroviário Medway baptizou este sábado 4 locomotivas diesel construídas em Espanha pela Stadler Rail. As unidades Euro 4000 integraram o parque da empresa nos dos últimos meses e conferem ao operador autonomia para realizar comboios em Portugal e Espanha.

O momento simbólico deu-se no Entroncamento. Homenageou os ferroviário e deu continuidade a uma tradição familiar da casa mãe da Medway, a MSC.

Os navios do armador suíço têm nomes de familiares femininos atribuídos. Ir buscar madrinhas, entre filhas e netas, junto dos colaboradores mais antigos da Medway, para as novas  máquinas, perpétua essa identidade, referiu o presidente da MSC Portugal, Carlos Vasconcelos.

 

Nas palavras que proferiu destaca-se ainda a intenção de atribuir também madrinhas a futuras locomotivas, bem como às existentes no parque de tracção.

“A todas elas nós vamos fazer uma cerimónia de atribuir um nome de uma madrinha de um familiar, neta ou filha, de um dos colaboradores”, adiantou.

As madrinhas Matilde, Adriana, Mariana e Sara confirmaram a tradição com champanhe.

A cerimónia teve inicio por volta da 11 horas da manhã e contou a presença de colaboradores da Medway e MSC Portugal, parceiros do operador ferroviário, figuras institucionais do Entroncamento e do sector.

O Museu Nacional Ferroviário do Entroncamento recebeu o dia de festa. O operador ferroviário é entidade equiparado a fundador da Fundação Museu Nacional Ferroviário, e em 2016 prestou apoio no transporte de 3 locomotivas para o espaço museológico.

O espaço museológico dirigido por Ana Fontes, o Museu Nacional Ferroviário, apresentou em 2016 uma quebra de 61% nas receitas de entidade com visitantes.