free web
stats

CP: Canais de Venda e títulos de transporte

As bilheteiras físicas continuam a ser o canal de venda mais procurado pelos nossos clientes, mas os canais digitais, pela facilidade e disponibilidade de utilização, são os que têm um maior potencial de crescimento, segundo dados do 1.º semestre de 2017, informou a CP.

“No primeiro semestre do ano, foram vendidos mais de 57 milhões de títulos de transporte no total de serviços CP. As bilheteiras físicas registaram 52% do total de vendas, correspondendo a 58% das receitas geradas. Já as Máquinas de Venda Automática, disponíveis apenas para os serviços urbanos de Lisboa e Porto, foram responsáveis por 24%, correspondendo a 17% das receitas”, explica.

Face ao período homólogo, o operador acrescenta, “o crescimento de 17%, em número de passageiros, do canal bilheteira online. Relativamente à receita, este destaque vai para os canais MVA e Outros operadores da Área Metropolitana da Lisboa que cresceram 16%”.

De recordar que em setembro de 2016, a CP lançou mais um canal de venda, uma APP, que tem vindo a registar forte adesão, com níveis de crescimento da ordem dos 20% por mês.

Entretanto, nos Urbanos do Porto, os títulos de transporte foram alvo de remodelação em Agosto. Lançaram um novo cartão Siga e uma segunda versão do Cartão CP.

A 28 de Agosto, passou a ser disponibilizado nos Urbanos do Porto, o novo cartão Siga. Para além de alterações na imagem e tecnologia, o novo cartão ocasional dos Urbanos do Porto passou a ter prazo de validade de um ano após a compra. Findo esse prazo o carregamento do cartão fica vedado. Embora seja permitida a utilização dos títulos de transporte em saldo nos 12 meses seguintes.

No dia 1 de Agosto foi ainda criada uma segunda versão do Cartão CP, na qual passou a ser possível a aquisição de Assinaturas e títulos ocasionais dos Urbanos do Porto, em conjugação com os títulos de Assinatura Regional e Flexipasse.