free web
stats

Revisitação crítica da Estação de São Bento

Assinalam-se esta quarta-feira 18 de Outubro 148 anos passado do nascimento do arquitecto da Estação de São Bento. José Marques da Silva nasceu no Porto a 18 de Outubro de 1869.

Não deixando escapar a data, para prestar homenagem a José Marques da Silva, a Fundação Marques da Silva publicou uma revisitação crítica de Nuno Jennings Tasso de Sousa sobre o “projecto que haveria de lançar a carreira de um então jovem arquitecto portuense, a Estação de S. Bento”.

A revisitação crítica pode ser encontrada AQUI

Um trecho da publicação digital elaborada por Nuno Jennings Tasso de Sousa que revisita a obra ferroviária do arquitecto:

“Apesar de a primeira pedra ter sido assente em 1900 na presença do rei D. Carlos, as obras tiveram início efetivo em 1903. Seguiu-se a inauguração da gare em 1915 e, coincidindo com o 6º aniversário da proclamação da República, o vestíbulo só ficaria aberto ao público no ano seguinte. Decorridos cem anos sobre a inauguração do vestíbulo da Estação Central de S. Bento no Porto, implantada junto do espaço mais nobre e representativo do espírito da urbe – a Praça da Liberdade – constata-se que o projeto da autoria de José Marques da Silva ainda não foi concluído, nem constitui algo de intocável face à evolução dos tempos que exigem um permanente ajustamento às diversas solicitações sociais, económicas, culturais e tecnológicas.”

A publicação da Fundação Marques da Silva, elaborada por Nuno Jennings Tasso de Sousa, tem como ponto de partida a presença da entidade nas comemorações do centenário da estação portuense que se assinalou o ano passado.

Em 2016 o Exército, a CP – Comboios de Portugal, IP – Infraestruturas de Portugal, e Fundação promoveram um programa alargado de iniciativas onde se destacou a realização de um colóquio. Nuno Jennings Tasso de Sousa, em representação da Fundação, foi um dos participantes.

Além da estação de São Bento, José Marques da Silva destacou-se ainda pela assinatura da Casa de Serralves e Liceu Alexandre Herculano.