free web
stats

ANSF publica Relatório Anual de Segurança Ferroviária

Mais de um mês e meio depois da data regulamentar para a apresentação, 30 de Setembro, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes tem disponível o Relatório Anual de Segurança Ferroviária de 2016 para acesso público.

Como principais conclusões do desempenho e estratégia para a segurança do sistema ferroviário nacional de 2016 a Autoridade Nacional de Segurança Ferroviária (ANSF) identifica o agravamento da sinistralidade ferroviária e percursores de acidentes.

O departamento do IMT aponta para o agravamento do índice de “Mortos e Feridos Graves Ponderados” em 35,3%. Os acidentes e número de mortos foram superiores aos registados no ano anterior em mais 65,2% e 31,6%, respectivamente.

Ao nível da infraestrutura diz que em 2016 precursores de acidente apresentaram “o valor mais elevado dos últimos dez anos”. Com particular incidência no intem carris partidos, o indicador subiu 65,1% face aos dados de 2015.

Tendo em consideração a evolução dos indicadores de desempenho da segurança adianta para os próximos anos que pretende “intensificar a supervisão das empresas sujeitas à regulação” ao organismo.

“Para este efeito torna-se fundamental reforçar o quadro de pessoal do IMT afeto às atividades da ANSF, processo que teve seu início no ano corrente”, informa o relatório.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.

A Agência Ferroviária Europeia também disponibiliza o Relatório Anual de Segurança Ferroviária.