free web
stats

Número de comboios pode ser factor de exclusão na concessão da Bobadela

fernaveCPcargaEmbora as condições do caderno de encargos para a concessão do Terminal IP da Bobadela ainda não sejam conhecidas, a concessão do equipamento pode obedecer a um número mínimo de comboios na infraestrutura.

A infraestruturas Portugal (IP), gestora do espaço, prepara-se para lançar o Terminal IP do complexo da Bobadela a concurso ainda este ano.

A concessão, apurou a webrails.tv, tem suscitado a colocação de questões à IP por parte do sector, com o gestor a ser sondado por potenciais interessados.

Sem confirmação oficial, a concessão do espaço poderá ter meia duzia de interessado.

Também sem confirmação oficial, a apresentação de propostas, ao encontro do caderno de encargos, deverá ter de responder a um número mínimo de comboios a servir o terminal. A condição poderá ser um factor eliminatório do concurso de concessão.

A IP assumiu a gestão do antigo terminais CP Carga a 1 de Dezembro de 2014. Desde essa altura, nos terminais da Bobadela e de Leixões, assegura um conjunto de serviços que permitem a transferência modal, entre a Ferrovia e a Rodovia, de mercadorias acondicionadas em Unidades de Transporte Intermodal.

No complexo da Bobadela o Terminal IP é um dos três terminais que ocupam o espaço. Além da IP o complexo está concessionado à ALB e a SPC.