free web
stats

2017 em revista na WEBRAILS.TV

Quando já se vislumbra a entrada de um novo ano – 2018 está no horizonte – a webrails.tv aproveitou para revisitar e dar destaque a alguns artigos que foram saindo ao longo dos últimos 12 meses.

Não deixa de ser curioso voltar a dar vida a material que já teve os seus 15 segundos e que com uma listagem de fim de ano ganha novo alento.

Nesta lista, Janeiro, nota do ministério do Planeamento e das Infraestruturas dava conta da fusão da Investigação de acidentes ferroviários e aeronaves num novo Gabinete. A nova estrutura entrou em operação em Abril.

No mês de Fevereiro a EMEF, então já com um futuro incerto, dava anunciava 3.4 M de lucro. Em evidencia estava ainda o inicio de um novo tráfego ibérico da Takargo. O transporte de automóveis desde Valladolid até ao Vale da Rosa, na região de Setúbal.

Em Março a webrails.tv levantou uma iniciativa centrada no património. Porque escreve diariamente, não só merece respeito do sector, como tem a obrigação de defender, estimular e valorizar o meio de transporte nas suas mais variadas dimensões.

A 21 de Março, dia da árvore e entrada da primavera, realizou a sessão “Rentabilizar Património Ferroviário: Sabia que pode viver ou montar um negócio numa estação de Caminhos-de-Ferro?

Na região de Coimbra, a um de Abril a Rede Ferroviária Nacional dava conta da sua fragilidade . O seu principal eixo, ligação norte-sul, ficou inoperacional por mais de 24 horas.

… situação que a par dos incêndios na região centro questiona se Portugal não está ao nível de um país em vias de desenvolvimento.

Ainda em Abril, mas com publicação em Maio, a webrails.tv dava conta de mais um grande evento de modelismo ferroviário à escala ibérica. Entre 28 de Abril e 1 de Maio o MNF recebia no Entroncamento o CIM-HO Primavera 2017. O evento que contou com a webrails.tv como media partner.

No mês de Maio a Fundação Museu Nacional Ferroviário também se destacava. Por questões de segurança soldava a cabeça do carril para salvaguardar o fosso do comboio presidencial. Uma sensibilidade que questiona o que estará por detrás do actual balão de ar à administração da instituição.

No mês de Junho a webrails.tv dava conta das linhas de força do caderno de encargos para a aquisição de novo material circulante para a CP Comboios de Portugal. Foi ainda neste mês que teve inicio o processo de abate da UTE 2001.

Ainda Junho a Takargo dava conta da entrada de novas locomotivas para o parque de material, a Mota-Engil assegura mais uma empreitada ferrovia em Moçambique.

No mês seguinte a Medway avançava que as novas Euro 4000 do operador já tinham madrinhas. Julho foi ainda o mês em que Manuel Queiró defendeu, com a liberalização do transporte de passageiros no horizonte, uma parceria com a Renfe.

Badajoz volta ao serviço da CP em Agosto.

No mês de Setembro a Infraestruturas de Portugal adianta para 2018 uma Rede Ferroviário Nacional em obras ou concurso. É também nesse mês que a nova administração da CP estabiliza.

No final de Outubro surge o anúncio de que a Medway vai publicar um livro sobre ferrovia. A meio do mês tem lugar a LocoModels_Expo 2017, que contou com a webrails.tv como Media Partner.

O tema da segurança ferroviária regressa em Novembro. Já tinha estado em debate, ficou ser trabalhado, mas Novembro revelou que tudo ficou por fazer.

O pós 2020 foi levando pela ADFERSIT em Dezembro. Mobilizou o sector para debater uma rede Ferrovia 2020 projectada no terreno.

Estas foram algumas, as mais lidas, entre cinco primeiras entradas de cada mês.