free web
stats

Barreiro Mar uma estação H0

No inicio do Outono de 2017 a antiga estação de Barreiro Mar, terminal dos caminhos de ferro do Sul e Sueste, foi uma das peças que marcou presença no encontro de modelismo ferroviário LocoModels_Expo, em Alverca.

 

No evento, sobre o processo de reprodução, Manuela Duarte, da equipa Maket For You, explicou que o edifício à escala partiu de uma encomenda do modelista Jorge Garcia.

Já a forma “mais detalhada” da estação começou a ganhar volume e detalhe depois de duas deslocações ao Barreiro, para fotografar o edifico ao pormenor, muita pesquisa de imagens e acesso às plantas do edifício.

O amarelo que ilustra o modelo veio com a pesquisa. “A informação que nos deram foi amarela e foi por aí que seguimos”. Mas já teve pelo menos mais duas cores, o salmão/rosa actual, e um acastanhado encontrado na pintura da estação por altura da segunda visita de reconhecimento ao Barreiro.

Os pormenores presentes na reprodução foram conseguidos com imagens cedidas pela IP e Câmara Municipal do Barreiro. Na actualidade parte desse acervo no edifício real perdeu-se. O uso e adaptações promoveram o apagamento.

Nos detalhes Manuela Duarte destaca uma fotografia facultada pelo Município do Barreiro. A imagem permitiu à Maket For You, até porque os planos que tiveram acesso não tinham grandes pormenores, chegar ao antigo trabalhado lateral que está reproduzido na reprodução H0.

Na base da criação do projecto Maket For You esteve o vazio construções ferroviárias nacionais à escala H0 para maquetas para o modelismo ferroviário. O clique para começar a desenvolver peças deu-se com uma viagem ao Douro e o envolvimento com o mundo do modelismo ferroviário, “onde temos amigos”. A Maket For You, no portefólio, dá forma a estações, tomas de água e cais cobertos.

Alguns modelos produzido pela Maket For You, além da antiga estação de Barreiro Mar, podem ser encontrados em módulos e maquetas nacionais e internacionais.

A estação de Barreiro Mar à escala 1/1, depois de mais de um Século em actividade – a antiga gare ferroviária entrou ao serviço em 1884 – encerrou em 2008 com a chegada da electrificação à linha do Sado e depois da entrada ao serviço do novo terminal ferroviário.

Desempenhou o papel de interface, nos tempos em que serviu a mobilidade de pessoas e bens, entre os modos ferroviário e marítimo na ligação de Lisboa a cidades do Alentejo, como Évora, Beja ou Faro, no Algarve.