free web
stats

Eixos variáveis e Portos secos espanhois motivam debate na OdE

megacombiO recurso à tecnologia de eixos variáveis para o transporte de mercadorias e os portos secos em construção junto à  fronteira e em Vitória, estimularam o debate na sessão “A Solução Ferroviária” que teve lugar na Ordem dos Engenheiros esta quarta-feira.

A tecnologia, que junta Azvi, a Tria e OGI, está em testes de homologação no país vizinho. A utilização visa permitir o transito de vagões de mercadorias em diferentes bitolas.

Mas, junto dos subscritores do Manifesto “Portugal: Uma Ilha Ferroviária na União Europeia”, os eixos de bitola variável não são vistos como solução para as exportações portuguesas por caminho de ferro.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.