free web
stats

.PT na Innotrans: STECONFER

steconferA Innotrans 2018, no segmento da Infraestrutura Ferroviária, vai contar com a presença da Steconfer.

A área forte da empresa portuguesa está na construção ferroviária, onde desenvolve actividade ao nível da via, catenária, sinalização e sistemas ferroviários.

Na edição de 2016 a presença da Steconfer passou pelo stand colectivo da Plataforma Ferroviária Portuguesa. Na ocasião o espaço juntou, na zona evento dedicada aos interiores, cerca de duas dezenas de empresas.

Este ano a opção da Steconfer privilegiou uma participação individual, e pode ser encontrada no Hall 5.2 stand 109 no segmento das Infraestruturas.

A aposta em participar com um espaço próprio não pretende desvalorizar a aposta do Cluster ferroviário nacional,  explicou a directora comercial Paula Costa, mas a nova localização potencia a actividade da empresa que é construção de via férrea, sinalização e Catenária, explicou:

“Com vista a estabelecer futuros contactos e potenciar a apresentação da Steconfer junto de novas construtoras e fornecedores, vamos levar o nosso portefólio de obras nos vários países em que estamos envolvidos, demonstrando a nossa capacidade instalada.”

Por outro lado adianta que a presença na feira, na área da Infraestrutura, será também uma forma de chegar a parceiros onde, normalmente, o contacto é feito por telefone e por email.

A empresa

De acordo com a directora comercial a STECONFER “é uma empresa ferroviária global e internacional com alguma participação nacional”, que além do palco europeu, está presente no Qatar, Taiwan, Moçambique, Chile, Suécia, Canadá e Filipinas.

No portefólio internacional a actuação da empresa destaca-se em projectos:

Na Irlanda, onde desenvolveu em consorcio com a empresa local Sisk, o projecto, fornecimento, construção e comissionamento do Luas Cross City, para o cliente publico TII (Transport Infrastructure Ireland).

O Projecto tem uma extensão de 13.4 km via simples : 6.7km de via embebida no centro da cidade de Dublin; 4.8km fora da cidade (via balastrada) e 1.9km em depot.

Em Taiwan, evidenciou-se na construção do Tramway de Kaohsiung LRT Phase 1, para a CAF Construcciones.

O projeto consistiu no fornecimento e construção de via embebida numa extensão de 10,8 km de via dulpa, 7,7 Km à superfície, 0,8 km em viaduto e 2,3 km em depot, com 15 aparelhos de mudança de via.

Em Moçambique, pode ser sinalizada em vários projectos para a Siemens. Como a sinalização nos Pátios de Moatize e Nacala (15 Km de via simples) e no corredor de Nacala (900 km de via simples).

Actualmente tem em curso a manutenção dos sistemas de sinalização.

Também em Moçambique efectou trabalhos de via para a Mota Engil, nomeadamente o restabelecimento das secções Caia / Ponte Dona Ana, Km 506+500 / Moatize e Dondo / Savane e trabalhos na Ponte Dona Ana.

No Chile, construiu a extensão de Biotren a Coronel, com 17km de via dupla nova e 15km de via simples renovada (via balastrada).

A empresa apresenta ainda experiencia em território nacional, com subempreiteiro e empreiteiro geral e atualmente está envolvida na Renovação Integral de Via – Linha do Norte – Troço 2,3 – Alfarelos-Pampilhosa para a a construtora Opway – DST.

Na RIV participa nos trabalhos de substituição de travessas e fixações, carril, aparelhos de mudança de via, balastro, soldaduras aluminotérmicas e colocação de marcos topográficos.

A STECONFER, fundada em 1997, integra desde 2008 o grupo espanhol Ecisa. No sector opera com um Sistema de Gestão Integrado, certificado pelas normas ISO 9001 (Qualidade), ISO 14001 (Ambiente) e OHSAS 18001 (Segurança) e UNE166002 (I+D+i).