free web
stats

Circulação na Linha da Beira Alta suspensa devido a descarrilamento

img: Nuno Morão

img: Nuno Morão

[Actualizado: 06.04.2018] Normalizada a circulação ferroviária na Linha da Beira Alta.

A Infraestruturas de Portugal informa que hoje, 6 de abril de 2018, pelas 08H30, foi restabelecida a circulação ferroviária na Linha da Beira Alta, entre o troço de Canas/Fegueiras e Nelas.

A circulação no troço referido encontrava-se suspensa desde as 17H40 de ontem devido ao descarrilamento de dois vagões de cimento de um comboio de mercadorias da Empresa de Transporte Ferroviário Medway, não se tendo registado feridos.

[5.04.2018] A circulação de comboio na linha da Beira Alta entre Canas e Felgueiras encontra-se suspensa.

Dois vagões de uma composição de mercadorias descarrilaram esta tarde, não há feridos a registar.

Informa a Infraestruturas de Portugal: “Hoje, pelas 17:40h, dois vagões de um comboio de mercadorias da Medway descarrilaram na Linha da Beira Alta, entre a Estação de Canas e Felgueiras, não se tendo registado feridos”.

O gestor dá conta que já procedeu à mobilização de “equipas de manutenção para o local no sentido de ser desencadeado o processo de carrilamento”.

A IP refere, em resultado da ocorrência, que a circulação foi suspensa no troço Canas/Felgueiras e Nelas.

A IP prevê restabelecer a ligação após o carrilamento dos vagões. “Sendo certo que tal só acontecerá quando estiverem garantidos todos os requisitos de segurança”, sublinha.

Entretanto a CP assegura o transbordo rodoviário aos comboios regionais entre Oliveirinha e Nelas.

O comboio de mercadorias seguia em vaziou no sentido descendente, Vilar Formoso – Pampilhosa, tendo descarrilado dois vagões de cimento.

Entretanto o GPIAAF – Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes Aéreos e Ferroviário – informou que fez seguir dois investigadores de transporte ferroviário do GPIAAF para o local da ocorrência a fim de proceder à recolha de evidências para investigar as causas do acidente.