free web
stats

RGS I: Organizações ameçam ir para a luta

A plataforma que Organizações Representantes dos Trabalhadores que está a negociar a entrada do novo Regulamento Geral de Segurança I (RGS I) com a Secretaria de Estado do sector, ameaça voltar à luta.

A data de entrada em vigor do novo regulamento está agendada para o final do mês dia 30 de Abril. Mas como não tem havido retorno do Executivo face ao que foi tratado, há promessa retomar o processo de luta.

O ultimato foi lançado com o envio de um oficio ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, dá conta a Fectrans esta terça-feira.

A plataforma quer saber se o “Ministério prolongar o prazo de suspensão da entrada em vigor da referida regulamentação”.

Se serão “introduzidas alterações que respondam às questões colocadas pelas organizações sindicais, de garantia de que, nos comboios de mercadorias e de passageiros, se garante o mínimo de dois trabalhadores (Um maquinista e um agente acompanhamento)”.

Ou é intenção do governo não atender “às questões colocadas pelas organizações de trabalhadores e fazer com que entre em vigor a nova regulamentação se de segurança ferroviária, nos termos que contestámos e estiveram na base da marcação da greve para 30 de Novembro de 2017″.

A disponibilidade para concertar posições nos termos do acordo de 29 de Novembro 2017 existe, mas se o silêncio continuar, refere, que será  equacionado o retomar do processo de luta interrompido a 29 de Novembro de 2017.