free web
stats

IP testou segurança na Ponte 25 de Abril na madrugada de segunda-feira

[Actualizado 01.05.2017] Segundo foi possível apurar tratou-se da simulação de uma ocorrência ferrovia derivado a condições atmosféricas adversas com evacuação de passageiros para o tabuleiro da ponte.

A acção decorreu na madrugada de segunda feira entre a 1h30 e as 3h00. A simulação comprometeu dois comboios. Uma automotora da Fertagus, série 3500, e um comboio de longo curso da CP. O exercício recorreu a uma UTE da série 2240.

O exercício que visou testar o Plano de Emergência Integrado desta infraestrutura. O cenário comportou um comboio que ficau imobilizado no tabuleiro ferroviário por condições meteorológicas adversas, e um segundo comboio fica imobilizado no túnel do Pragal.

No centro da operação, haver previsão para o restabelecimento da circulação ferroviária, a opção é a evacuação dos passageiros. Durante o processo de evacuação ocorre um acidente entre veículos no tabuleiro rodoviário.

Na simulação marcaram ainda presença Bombeiros e forças de segurança. Pelo meio, segundo foi possível apurar, havia passageiros descontes e foi necessário recuperar a ordem.

A participação na simulação foi aberta aos colaboradores da IP que se inscreveram para integrar a simulação.

Referir  que nem IP nem Lusoponte foram capazes de prestar esclarecimentos sobre o exercício de segurança que anunciaram.

[27.04.2017] A Infraestruturas de Portugal, em colaboração com a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), irá promover na madrugada da próxima segunda-feira, dia 30 de abril, um exercício que visa testar o Plano de Emergência Integrado na Ponte 25 de abril.

Esta infraestrutura, pelas características que apresenta, obriga à definição de regras específicas no que respeita à Gestão da Emergência, sendo necessária uma elevada articulação entre as diversas entidades com responsabilidades nesta matéria, pelo que o exercício será conduzido sob a coordenação da ANPC, e tem como finalidade testar a coordenação e capacidade da Infraestruturas de Portugal e demais Agentes de Proteção Civil (APC), garantindo o cumprimento dos procedimentos inseridos no Plano de Emergência Integrado.

De forma a minorar quaisquer constrangimentos na exploração desta infraestrutura, a operação decorrerá entre as 01H30 e as 03H30 de dia 30 de abril (segunda-feira).

Mais se informa que o acesso ao exercício é interdito a todos aqueles que não façam parte das entidades operacionais envolvidas no exercício.

O trânsito será condicionado na noite de Domingo para Segunda-feira.

IP