free web
stats

Greve a 10 e 11 na IP sem serviços mínimos na ferrovia

[Actualização 8 de Maio de 2018 19:38] Greve de dias 10 e 11 de Maio no grupo IP desconvocada. Plataforma sindical, Tutela, e IP chegaram a acordo no final de tarde desta terça-feira, apurou a webrails.tv junto sector.

O entendimento foi passado ao papel e na sequência será libertado um comunicado conjunto da plataforma de sindicatos.

O sitio do Sindefer, um dos sindicatos subscritores, avança aumento de 23€ até 1300€, de 16€ acima de 1300€ até 2000€ e de 10€ acima de 2000€.

[8 de Maio de 2018] A paralisação dos dias 10 e 11 Maio nas empresas que formam o grupo Infraestruturas de Portugal não vai ter serviços mínimos na ferrovia. A plataforma sindical tem como principal reivindicação a actualização e salários, congelados desde 2009.

O Acórdão do Tribunal Arbitral do Conselho Económico Social, decido a 3 de Maio, não decreta serviços mínimos para a ferrovia, mas recomenda que seja assegurada a marcha de alguns comboios de mercadorias.

O documento fala em assegurar marchas que se iniciem à hora do inicio da greve, ou a movimentação do “comboio socorro”. Por outro lado, no transporte de mercadorias, é referido que devem ser disponibilizado canal horário para comboios de carvão, jet fuel, mercadorias perigosas e bens perecíveis.

Entretanto, em pano de fundo, decorrem negociações com vista a desbloquear a situação. No meio circula informação que há acordo e está em fase de passar ao papel.