free web
stats

Museu Ferroviário dos CFM associa-se ao DIM 2018

Como mote para assinalar o Dia Internacional dos Museus (DIM), que este ano se celebra sob o lema “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”, o Museu Ferroviário da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique dinamiza o projecto “O Museu vai às Escolas”.

A proposta, refere nota do Museu, “integra um conjunto de eventos que visam desenvolver uma plataforma didáctica entre o museu e os alunos/estudantes das escolas primárias e secundárias da periferia e província de Maputo. A iniciativa pretende ainda contribuir para que alunos/estudantes que por vários motivos não conseguem/podem visitar nos encontrem nesta exposição alternativas didácticas e interactivas capazes de contribuir para o seu desenvolvimento como cidadãos”.

O projecto “O Museu vai às Escolas” teve inicio no passpas dia 16 de Maio e prolonga-se até 8 de Junho. No terreno, a acção envolve a visita do Museu dos CFM a 7 estabelecimento de ensino da região de Maputo.

Museucfm_semanaDosMuseus

img: Museu dos CFM

A agenda que festeja o Dia Internacional dos Museus propõe ainda “para esta sexta-feira visitas guiadas ao Museu com entradas gratuitas, palestras, atelier para crianças, workshops entre outras”.

No dia 19, sábado, está agendado um passeio de comboio. “Pretendemos mais uma vez realizar o passeio de comboio pois este, constitui o momento mais alto das comemorações. O mesmo terá lugar no dia 19 de Maio e será no trajecto Estação Central – Machava – Estação Central”,  explica nota do Museu.

Para o efeito a Portos e Caminho-de-ferro cedeu um comboio composto por máquina e carruagens.

O Museu dos CFM

Situado na Estação Central de Maputo, na capital de Moçambique, o Museu dos CFM assinala no próximo dia 11 de Junho 3 anos de actividade.

Por estes dias,  como proposta para uma visita ao Museu, além da viagem pela história do caminho de ferro em Moçambique, estão patentes duas exposições temporárias.

img: Museu dos CFM

img: Museu dos CFM

São elas as “10 mais belas estações do Mundo”, onde se inclui a estação que acolhe o Museu, e “Samora Machel e os Portos e Caminhos de Ferro”.

Entretanto, para inaugurar no terceiro aniversário do Museu dos CFM, informou qur está em preparação uma nova exposição temporária. Tem como ponto de partida “Movimento na Estação”.

Ao nível de restauros pecas para o Museu dos CFM adianta: “Temos uma maquina de fazer bilhetes já restaurada e pronta para integrar o acervo do Museu. Temos programado para o mês de Julho o inicio de restauro de uma carruagem vinda de Inhambane datada dos anos 1940/50″.

Sobre visitantes e aderência de publico diz que o interesse das estabelecimentos de ensino pelo projecto tem sido mostrado crescente: “O numero de escolas que solicita visitas aumentou de forma considerável. São escolas localizadas na cidade e na sua maioria são privadas”.