free web
stats

AV portuguesa só em castelhano

Segundo a imprensa especializada espanhola desta quinta-feira a estrutura ibérica que aborda a alta velocidade (AV) entre os dois países esteve reunida em Portugal.

Embora não avence a data do encontro de Agrupación de Interés Económico Alta Velocidad España Portugal (AEIE AVEP) em Lisboa, refere que se tratou da Assembleia Geral, e que do alinhamento saíram novas linhas de trabalho para os sócios, IP e ADIF, a somar às questões da interoperabilidade.

“Las principales líneas de trabajo se centraron en la actualización de los convenios transfronterizos y la aprobación de un estudio para mejorar las conexiones de las redes ferroviarias de España y Portugal, así como con el resto de Europa”, para as ligações Valença-Tuy, Vilar Formoso-Fuentes de Oñoro, Elvas-Badajoz.

As áreas a estudar incidem na infraestrutura ao nível das pendentes, comprimentos dos comboios, bitola; sinalização; capacidade; gestão integrada dos corredores.

As conclusões terão como referência as “actuaciones a realizar sobre la infraestructura ferroviaria, en torno a la programada llegada del ancho estándar a Vitoria cuando se produzca la apertura de la Y Vasca”.

No alinhamento, escreve a Via Libre, estiveram ainda a apresentação do estudo AEIE Corredor Atlántico, onde o recente lançamento de concursos para a execução de obra no corredor sul foi tema abordado.

A agenda comportou também questões sobre o calendário de obras dos gestores de infraestruturas, e o impulso do tráfego de mercadorias ibérico. Área onde é assinalado um crescimento de 12% em 2017.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.