free web
stats

Empreitada de Sinalização e ETCS – Corredores do Ferrovia 2020

A documentação para concorrer às Empreitada de Sinalização e ETCS – Corredores do Ferrovia 2020, estão abertas desde segunda-feira. A concurso estão troços nos corredores internacionais norte, sul e linha do Douro, avaliados em 63,3 milhões de euros.

Na linha da Beira Alta, corredor internacional norte, o concurso remete para o troço completo, Pampilhosa – Vilar Formoso. A sul o troço Elvas – Caia/Fronteira, na linha do Leste e Évora – Elvas na linha a construir.

A norte o corredor completar a concurso está no troço a electrificar, entre Caíde – Régua, na linha do Douro.

“Serão realizados trabalhos de Instalação de Sinalização Electrónica e Integração nos CCO de Lisboa e Porto, de Instalação de Sistemas Interoperáveis de Controlo de Tráfego nos corredores internacionais e de Automatização e Integração de Passagens de Nível”, especifica a IP.

De fora do concurso anunciado fica a linha do Minho. O corredor internacional tem em curso trabalhos de electrificação entre Nine e Viana do Castelo, que será prolongada até à fronteira, numa segunda fase.

O ponto de partida para apresentação de propostas está disponível a partir d a Plataforma ANOGOV

Foi ainda lançado na segunda-feira concurso para uma RIV de 14 km na linha da Beira Alta. Intervenção orçada em 11 milhões de euros, financiada a 85% via CEF, com prazo de execução de 10 meses.

O projecto é assinado pelo consórcio TPF/PLANEGE/CENOR/GETINSA/EUROESTUDIOS. Obra que o Governo espera ver no terreno a meio de 2019.