free web
stats

Futuro do Terminal da Guarda definido até ao final do mês

A concessão do Terminal Ferroviário da Guarda ao único concorrente a concurso, a parceria K-Log/Transfesa, ainda não está confirmada. O futuro do equipamento, apurou a webrails.tv, será conhecido até ao final do mês e a decisão da IP pode passar pela abertura de novo concurso.

A IP, entidade que tem a tutela do espaço e o colocou a concurso, ainda não confirmou a atribuição do Terminal Ferroviário para sub-concessão. Mas uma decisão, sabe a webrails.tv, será conhecida este mês.

.

Impasse confirmado junto de Álvaro Amaro em declarações à webrails.tv, onde o autarca da Guarda se mostrou confiante num final positivo.

Álvaro Amaro foi um dos autarcas presentes na visita às obras da futura concordância das linhas da Beira Alta e Baixa – sentido internacional – que contaram com a presença do primeiro ministro e ministro do Planeamento e das Infraestruturas, na segunda-feira.

.

No concurso a proposta da K-log/Transfesa não foi considerada pela júri do concurso. Houve a indicação, embora não se saiba quais, de que havia irregularidades.

No entanto, no processo do concurso, o projecto passou à fase de reuniões. Na etapa – que para o Terminal da Guarda começou no final de Junho logo após saber-se que só tinha sido apresentada uma proposta – a empresa recebe o vencedor e propostas melhor colocadas, para negociar os projectos.

Estas reuniões podem ainda ser palco para os participante vencidos contestarem a decisão. No caso do Terminal Ferroviário da Guarda a fase pode ser de contestação à não validação da proposta pela K-log e Transfesa, ou para melhorar o projecto.

Para já, apurou a webrails.tv, uma decisão ainda não está tomada, mas será conhecida antes do fim do mês. Encontra-se em cima da mesa a hipótese de abertura de novo concurso se não houver lugar à atribuição do Terminal.

A apresentação de propostas para o Concurso de sub-concessão do Terminal Ferroviário da Guarda terminou no final de Junho.