free web
stats

Museu das Delicias – Carlos Abellán Ruiz – Parte 01/04

DeliciasNo final do verão de 2017 a webrails.tv apanhou o ramo madrileno do Sud Expresso para visitar o Museu Ferroviário da Delicias. Na agenda da saída, que contou com o apoio da CP Comboios de Portugal e da Renfe, estava um encontro com Carlos Abellán Ruiz, director do Museu.

Como tópicos para o encontro, além de conhecer o espaço museológico, estavam quatro temas a abordar. O percurso histórico do Museu Ferroviário das Delicias, o que tem para mostrar, e que actividades oferece.

Mais  a questão, tendo em consideração a ligação nocturna do modo de transporte usado, saber qual a proposta do director do Museu para o encontro com capital espanhola. A parte do Sud Expresso com destino a Madrid chega à capital espanhola às primeiras horas da manhã e parte ao inicio da noite.

Carlos Abellán Ruiz recebeu a webrails.tv no seu gabinete, onde começou por explicar como nasceu o Museu das Delicias e que momentos marcaram esse percurso.

Carlos Abellán Ruiz é director do Museu Ferroviário das Delicias desde 2012. Destaca-se no seu percurso até direcção do museu madrileno, um dos dois Museus geridos pela Fundación de los Ferrocarriles Españoles, um caminho feito de baixo para cima.

Filho e neto de ferroviários, quadro do sector, aficionado, e antigo dirigente associativo, um roteiro que emprestou lastro a Carlos Abellán para assegurar direcção do equipamento cultural temático.

Enquanto dirigente associativo assinala-se a passagem pela Asociación Compostelana de Amigos do Ferrocarril, Federación Galega de Amigos do Ferrocarril, e antes de assumir gestão do Museu das Delicias, a Federación Española de Asociaciones de Amigos del Ferrocarril.

Trajectória que considera valiosa para o desempenho da função actual. O contacto com o trabalho voluntário, a preocupação pela preservação da história ferroviária, e as iniciativas associativas, factores apontados como relevantes para o desenvolvimento da função.

Parte 01 | Parte 02 | Parte 03 | Parte 04