free web
stats

Unboxing do vagão plataforma Laagrss da SUDEXPRESS

Foi colocado à venda no final de Novembro de 2018, mais um novo modelo de vagão da SUDEXPRESS SCALE MODEL TRAINS à escala H0 (1:87). Desta vez são nada mais nada menos que 16 versões das plataformas Laagrss, 14 em versão para as duas bitolas, ibérica e europeia e duas em versão para circulação apenas na Península Ibérica. Mais uma aposta forte da SUDEXPRESS no mercado europeu como um todo.

A versão em teste

A versão em teste

Estas plataformas, desde a sua fabricação sempre circularam aos pares, sendo cada uma das plataformas apoiadas em 2 eixos com uma suspensão especial, para permitir que os leitos propriamente ditos estejam num plano abaixo do plano definido pelos tampões de choque, o que permite transportar contentores marítimos ou caixas móveis intermodais de 20, 40 e 45 pés, de forma a não ultrapassar o perfil de altura permitido nos vários países em que estas plataformas podem circular: Portugal, Espanha, França, Bélgica, Alemanha, Polónia, Áustria, Hungria, Roménia, Bulgária e Turquia.

Os contentores e as caixas moveis intermodais disponíveis à unidade

Os contentores e as caixas moveis intermodais disponíveis à unidade

Foram fabricadas mais de 600 unidades, com o numero de serie 43 71 437 8 xxx-x, a partir de 1998, para a TRANSFESA. O 71 da matricula UIC mostra que as versões comercializadas são todas das que foram matriculadas em Espanha. Relativamente às marcações que situam na época ferroviária, 9 das versões são para época V e as restantes época VI, o que permite formar composições rebocadas por locomotivas eléctricas das famílias 2500/2550, 4700 e 5600, das quais já temos modelos à escala H0. De referir também, tanto quanto me pude aperceber, para as composições TECO (Transporte Expresso de COntentores), em Portugal e Espanha, o normal é estas composições terem no mínimo 9 pares de plataformas, cada par de plataformas tem cerca de 31,5, com uma mistura de contentores e caixas móveis intermodais bastante elevada. Ou seja, à semelhança de produções anteriores, os modelistas podem representar composições completas e credíveis, com os modelos agora comercializados.

À semelhança dos vagões cisternas Zaes, comercializados no inicio do ano, estamos em presença de um modelo que inspira praticamente de imediato, a admiração do modelista. No video que se publica no final do artigo, são abordados e mostrados os pontes fortes do modelo, de que destacamos:

A favor:

  • respeito da escala 1:87
  • detalhe construtivo industrial
  • chassis em metal
  • peças para detalhe fino, a colocar pelo modelista em saqueta própria
  • peças de substituição em caso de perda ou quebra em saqueta própria
  • rodados RP25
  • engate com caixa NEM com elongação
  • funcionamento excelente do engate fixo entre as duas plataformas
  • resistência da caixa de transporte
  • rolamento em via de código 100, 83 e 75

Contra:

  • Pouco peso dos contentores /caixas
  • Não comercialização das plataformas sem contentores

De referir também que, em paralelo, a SUDEXPRESS também comercializa 11 contentores / caixas móveis intermodais em separado, o que nos permite homogeneizar uma composição, com plataformas diferentes, que também podemos encontrar em fotografias. Uma boa ideia!

No video apresentam-se em detalhe todos os pormenores deste modelo e algumas circulações, no layout do C.E.C., que nos tem facultado o acesso para a gravação desta série de vídeos “Unboxing…”. Boa visualização